27/07/2017

OS GERINGONÇOS OFENDIDOS E OS APROVEITAMENTOS POLÍTICOS



Hercília Oliveira 
 Por estes dias, vai uma grande indignação lá por casa da Geringonça, que se pudessem colocavam  mais uma rolha em tudo que mexe, e em todos os que falam; é assim que sempre acontece quando a esquerda se instala no poder.
Sempre assim foi, e com todos os acontecimentos graves que tem acontecido, ficou mais uma vez bem à vista.
Caladinhos..., caso contrário nós vos calamos! Ou então, ainda "LEVAM!"
Anda o PS e seus camaradas de governo numa indignação tal, que por vezes parece que o maior problema que existe por estes dias no país, não são as catástrofes conhecidas, mas sim o que a oposição diz!
Uma vergonha de comportamento, sim..., mas da parte de quem se mostra indignado, não de quem exige o que deve e tem direito.
É preciso ter muito pouca vergonha e muita lata, para se mostrarem com tanta indignação, quando se sabe perfeitamente, que quando a esquerda está no poder, neste caso o PS..., é um ver se te avias com pedidos de explicações, comentários bem inflamados com ares de arrogância e gozo, pedidos de demissão de ministros ( é só lembrar o BE em 2013, quando o que aconteceu não tem comparação possível com o que está acontecendo...) a  quem governa.
Só não sabe ou não lembra, quem não quer; ou quem acha que todos são parvos.
Com tragédias como nunca aconteceram, com uma gestão e condução das forças que estão no terreno tão mal dirigidas que até os próprios comandantes das operações se queixam, com uma descoordenação total e até nas informações dadas a todos níveis,  com 64 mortes que podiam ter sido evitadas, e querem que a oposição não comente, não exija explicações!!?? 
Era o que nos faltava!! E, já agora, o que faria o PS e os seus camaradas , se tudo isto fosse com um governo dito de direita!? Sim.., o que é que eles fariam?
Já se sabe, o que fariam! Já andavam aos berros desde o início, atacariam ferozmente, e pedidos de demissão não seriam muitos, não..., tinham logo no primeiro dia pedido era  a demissão de todo o governo! Têm dúvidas!? Eu e muitos portugueses , não temos não!
A oposição até teve durante muito tempo, uma postura louvável; tem sido precisamente a geringonça que se tem posto a jeito!
Só a esquerda para ter toda esta arrogância e comportamento, só ela!
Para mim..., é muito mais visível e vergonhoso, o aproveitamento político que o a geringonça está fazendo, isso sim! isso é que um descarado aproveitamento político!
Se fazendo de vítima, e deste modo desviando as atenções e revoltas para a malvada da oposição que por este andar ainda vai ser a grande culpada de todas as tragédias! 
É neste tipo de política  que o PS e Costa, é "mestre". Para isto, para notícias agradáveis deixando as más para quem se seguir, e para aulas de optimismo de abraços e beijos, que o resto, bom...o resto isso agora não interessa nada.
Um pouco de vergonha e de respeito para com as pessoas que morreram daquela forma e das sua famílias, é o mínimo que se exige a uma Geringonça que tem muito que aprender sobre Democracia  e Liberdade com seriedade.

5 comentários:

  1. A melhor forma de respeitar os mortos é respeitar os vivos e....respeitar o seu luto.
    Os vivos não precisam de listas para saber da morte dos seus ....já a oposição certamente queria saber se houve....suicidios?
    Haja decoro....
    A. Magalhães
    Canelas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Carolina
      Pelos vistos já se esqueceu do que fez o PS, quando foi o problema das mortes com a legionella..!?
      E olhe que, comparar esse caso com a tragédia de Pedrógão, é um exercício com difícil resolução acertada!
      Mas..., já sabemos, que o PS e seu aficionados têm muita má memória; só quando lhes convém é que a "estimulam".
      Aqui fica o registo para que se recorde.

      Hercília Oliveira

      Eliminar
  2. Com o tempo aprendemos a ouvir mais mais os outros, mesmo os que têm opiniões com as quais não admitimos a mais remota possibilidade de concordar. Talvez seja o caso da Hercília Oliveira (permita-me que a trate assim, só pelo nome, o JJ ainda vai dizer, porque não, no CdP, não há Drs. nem Engos. porque não tratarmo-nos pelo nome próprio, eu até concordo. E mais, agora que já viajo no tempo dos 70 anos, estou a conseguir o que muito dificilmente tomava a liberdade de fazer, que era tratar os amigos por tu, fazer um esforço por os tratar a todos por tu... etc.). Em relação à narrativa deste ´post`continuo a não concordar com a Hercília pelo simples facto de que a acho muito radical, ortodoxa mesmo, defende a sua dama política/ideológica e não transige ou faz um esforço para aceitar as opiniões dos malandros da esquerda, digo, da dita esquerda, que essa coisa de dividirmos as pessoas entre esquerda e direita tem muito que se lhe diga.
    O caso é que eu não consigo vislumbrar uma pontinha de clarividência na ação política do PSD, mais precisamente, no seu chefe Passos Coelho. Mas também não consigo dar razão absoluta aos da situação. E dou comigo ensimesmado: o qu se passa?. Será que já não acredito no Homem?! Então, que fazer?! ... (a continuar...). Cumptos. D. Hercília pelo seu apego à luta de ideias!
    Ainda bem que temos aqui, no Clube dos Pensadores, uma tribuna para debater. E um homem que permanece firme ao seu lema, Joaquim Jorge.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro A S Nunes

      A permissão está dada; sem problemas.
      Dá para notar que está mesmo diferente! Em outras ocasiões já um pouco distantes, a sua reacção era bem diferente...E com esse "retorno" a esses tempos idos, vem mesmo a propósito por causa da radicalização que me atribui.
      Não é que eu me importe ou me incomode com isso, de modo algum; acho até, que se muitos mais portugueses saíssem da mansidão em que se encontram e fossem mais radicais para com quem usa o poder de uma forma que causa o descalabro a vários níveis numa nação, talvez ELES não tivessem tanto espaço para o fazerem.
      E, já agora, deve se lembrar muito bem, dos tais tempos em que eu por expor as minhas ideias, levava com um rol de ataques violentos e vergonhosos. É caso para perguntar: " e a radical sou eu...?"
      Mas.., tudo bem; é o que menos me incomoda.
      Quanto ao seu desencanto, já somos dois..., e acredite que não estamos sós! Há mais uns milhões que nos acompanham.
      Mas a culpa, com toda a certeza que não é nossa!

      Sem mais

      Hercília Oliveira

      Eliminar
  3. A Oposição, tendo deixado de ser PODER - fugindo-lhe das mãos por inépcia própria - nunca conseguiu engolir a geringonça e ficou sempre com essa espinha cravada na garganta. Como animal ferido e, por mais que tente disfarçar (ao contrário da autora - honra lhe seja), faz tudo o que pode para agredir o Governo. Perdeu completamente a cabeça e passou a dar tiros nos próprios pés. Teria (a Oposição entenda-se)bem melhor cotação se ficassem calados...

    ResponderEliminar