23/06/2017

Miguel Beleza





Faleceu Miguel Beleza , recordo aqui um debate no Clube dos Pensadores com Ricardo Costa jornalista e director da SIC. Miguel Beleza era muito culto, educado, divertido e com um humor fantástico. Foi Governador do Banco de Portugal e Ministro das Finanças. Lamento!

Jornal de Matosinhos




22/06/2017

PT Jornal



O anunciado e não confirmado candidato do PSD à Câmara de Matosinhos vai revelar os segredos da máquina partidária. Joaquim Jorge, fundador do Clube dos…
PTJORNAL.COM

Crónica de Genebra




Nelson Fernandes 
« Ser rico ou não, eis a questão”.

     A diferença entre a informação do “Populus”, dos dias de hoje e vai lá meio século, é que antanho, os Tweets, eram cantados nas Feiras. Tipo Fado da Desgraçadinha. Existe contudo outra diferença, nos dias de hoje; é que os desgraçadinhos da actualidade, tomam-se por cientistas, quando não passam de uns burros,com orelhas de dimensão superior ao cérebro. Crêem-se, dedilhando as teclas de um portável, de último modelo, senhores do Universo. Que LOGRO
     Para porvir a semelhante estirpe de “Populus”, aparecem uns americanamente instruídos, aos quais, ensinaram as teorias do populus, em avisadas Universidades, as quais parem as sumidades para o comércio, tais como, o actual patrão da AMAZON.
     Este Senhor, vêm à Comunicação Social, em prosa, declarar o seguinte: Graças (aos papaios) nota CG, juntei tamanha fortuna, que não sei que fazer a tanto dinheiro ...!!! Os franceses comentam, em face de tal afirmação...!!! Putain...!!!
     Assim sendo, na gíria do actual populus, um homem rico têm obrigatoriamente que possedêr fortunas. Em tempo eram terras, para se enterrar. Um dia veio um Senhor de volta, dos lados de Angola lá  para a terrinha, o  qual se divertia a pesar o seu Kg de notas de mil Escudos (as quais pesavam uma grama), lá pelas tavernas da Aldeia...!!! Pobre coitado, por estes tempos...!!!
     Tive a Honra de Conhecer, e hoje tratamo-nos por tu, o Homem mais Rico deste País. Um Homem GENEROSO. Para quem o serve, o que foi o meu caso num primeiro momento, para com as Equipes que forma, bem assim como para com os milhares de empregados que já teve. E quando se pronuncia o seu Nome, não há quem não desenhe um sorriso de prazer. Já agora, junto (sem citar o seu NOME porque certos homens que têm governado PORTUGAL, não o merecem), que esse Homem quis fazer por Portugal, qualquer coisa de extraordinário, mas os comandantesitos da época, estragaram tudo e o meu Homem foi dar pão a comer (MILHÕES), a outras paragens..!
     O Joaquim Jorge glosava aqui há tempos, que muito gostaria de ter uma viatura, muito linda, não sei qual...! Ainda sugeri que alguém (com meios, rico), tivesse a hombridade de oferecer uma viatura ao JJ bem a seu gosto...!!!
     Por mais estranho que pareça é que alguém ouviu o meu APELO e eis que pouco tempo depois, aparece um Senhor, ali dos lados de MATOSINHOS, a oferecer ao Joaquim Jorge, uma Viatura de ocasião, tendo sido conduzida por todo bicho careta, ferrugenta, com mossas por tudo quanto é sítio, desvirginada, abusada e vilipendiada por condutores de outra estirpe, cujo turbo explodiu e os pistões precisam de ser encamisados, mais; os vidros foram fumados para não se saber quem lá vai dentro...!!!
     E o JJ que é Homem de Grandes Combates, aceitou. Mas foi sem contar com um dos antigos condutores da dita, que lhe conhece os defeitos, bem assim como as virtudes, e se opôs à Doação: Não, não, essa viatura, é de Colecção e é CÁ PRA NÓS...!!!
     Os TWEETS,  do dia de hoje, dizem que há um merceeiro Espanhol que quer receber uns Kilos de mercearia que o Mourinho e Ronaldo, compraram fiado e até a data ainda não disseram nada ao merceeiro. Vejam lá, Senhores Multimilionários, o pobre merceeiro Espanhol precisa de viver, têm família ...!!! Um serão uns 3.600.000, o outro 13.000.000. É muita mercearia. Com tanto açúcar até se pode vir a sofrer de diabetes.
     E SE ESSES DOIS HOMENS, CHEGADO O MOMENTO DE IR ACERTAR AS CONTAS COM O MERCEEIRO, PUDESSEM RESPONDER-LHE:!!!
     SENOR, USTED PROCURE COMPREENDER, NOSOUTROS CON UNA PARTE DESSE DINERITO, COMO TODOS LOS ANOS AI MUCHOS FUEGOS IN PORTUGAL, E PARA EMPEÇAR QUEL FUEGO VENGA  ASTA LA SPANIA, ADQUIRIMOS QUATRO CANADAIR, PARA OFERECER AL GOBIERNO PORTUGÛES. UNO SOLAMENTE PARA LA ISLA DE MADERA, PERO QUE, COMO USTED SABE, ESTA ISLA SOFRE MUCHO DE FUEGOS...!!!
     Há homens grandes, e GRANDES HOMENS.
     Há homens ricos, e RICOS HOMENS.
     Os homens grandes e ricos, por mais dinheiro que tenham, não só não conseguem comprar a vida, como após a morte ninguém mais ouve falar deles.
     Quanto aos GRANDES E RICOS HOMENS, morrem invariavelmente na miséria, financeiramente falando, mas o nome não MORRE MAIS. Que riqueza ser recordado para a eternidade.
     Requium Eternum: LUÍS DE CAMÕES e tantos outros da História Portuguesa, que souberam desprender-se da riqueza em prol dos seus semelhantes. A Rainha SANTA ISABEL e o seu regaço de ROSAS.
São histórias dirão os meus Leitores ???. Não, são IMAGENS...!!!

   

21/06/2017

E AFINAL..., O BENFICA É OU NÃO CULPADO...???






Hercilia Oliveira 
Anda o país todo em reboliço; são dias ,horas sem fim ,debatendo um dos grandes problemas do nosso país: o Futebol e seus ABUTRES!
São dezenas e dezenas de "Galos" discutindo, gritando e por vezes bem perto de haver embate físico com os outros "Galos" que estão no  galinheiro.
A falta de educação, civismo e comportamento razoável em sociedade, não faz parte destas  lutas de "Galos"!
E o assunto é de tal maneira importante e empolgantemente patriótico, que até os mais letrados vindo de capoeiros mais selectos, se envolvem em disputadas lutas de palavras, que distinguir estes "Galos" dos outros oriundos de capoeiros mal cheirosos não é tarefa fácil!
Entretanto, num outro galinheiro mais sujo ainda, tem o país um" Galo" com boca de sapo, que arranjou "paparoca" para toda a família à custa de todos os que sustentam este "Galo".
É a mulher do "Galo",  o filho, nora ,irmão do "Galo" (Horácio), mulher do Horácio , e agora a filha dela (Inês), sobrinha do dito cujo "Galo"..
Discussões acaloradas ou manifestações de rua por causa destas situações vergonhosas e escandalosas e que vem acontecendo com muita frequência há anos nesta dita democracia..., naaaãooo,  isso não é importante!
E não é importante, porque além de a maioria do povo andar entretida com as tais lutas de "Galos" futebolísticas e fazer disso o mais importante assunto do país, há também uma outra coisa que a maioria não sabe, não quer saber e vai morrer sem saber: é que o dinheiro do tal Estado é afinal o dinheiro de todos nós.
A maioria vai morrer, sem nunca ter entendido que o dinheiro do tal Estado não nasce por sementeira, nem de nenhuma árvore de patacas; somos nós que com os nossos impostos e trabalho lhe damos existência.
E os "Galos" poderosos agradecem essa santa ignorância..., se agradecem!!
E, já agora, não há dúvida de que o poleiro onde este "Galo" se empoleira, é o mais sem vergonha! E se fosse o "Galo" chefe do outro poleiro, havia esta indiferença!!?? Claro que não.
Mas..., vamos lá ao assunto importante...
Afinal, o Benfica é ou não culpado!!??
É que eu não quero morrer sem saber!

Jornal É Noticia




Livro de Joaquim Jorge : CANDIDATO que não chegou a sê-lo



No dia da apresentação do livro será a minha última intervenção pública e não tecerei mais comentários sobre este assunto.

Foi um processo moroso, que criou algum suspense pela possibilidade de Joaquim Jorge ser candidato, tendo em conta que foi escolhido na concelhia por maioria e voto secreto, como exigiu o presidente da distrital, Bragança Fernandes.

Todavia o nome de Joaquim Jorge foi vetado, não chegando a ir a votos na distrital. Não se entende porquê? Pois apesar do plenário não ter sido favorável não era vinculativo.
Em consequência do veto a Joaquim Jorge, o presidente da concelhia, José António Barbosa demitiu-se levando consigo 16 elementos da concelhia incluído o presidente da mesa.




Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores, no dia 29 de Junho (quinta-feira), pelas 21h30 na FNAC do NorteShopping em Matosinhos, vai dar a conhecer o seu novo livro da Quinto Império Editora: “CANDIDATO que não chegou a sê-lo”.
A apresentação da obra estará a cargo de:José António Barbosa, arquitecto e presidente da concelhia do PSD Matosinhos, Ernesto Páscoa, professor universitário e presidente da concelhia do PS Matosinhos. 


Estará presente:
António Tavares, dirigente do PSD e Provedor da SCMP. Falará na qualidade de amigo pessoal de Joaquim Jorge.

O livro retrata o que se passou ao longo deste processo de candidatura, após o convite de José António Barbosa, presidente da concelhia do PSD Matosinhos . 

Contém uma carta enviada ao líder do PSD, Pedro Passos Coelho e outra a Bragança Fernandes, presidente da distrital do PSD Porto que só agora as torno públicas.

Sou um activista cívico, que pensa a democracia e se bate por projectos de cidadania, como o Clube dos Pensadores.
A vida partidária que dá acesso a candidatos rege-se por uns poucos, de um modo ensimesmado e desfasado da realidade.


Entrei neste processo depois de pensar bem, saí pensando, sem azedume e ressentimento. 
Sinto um misto de impotência e alívio, vou continuar como sempre fui: transparente, livre, independente e insubmisso.
Não sei se a minha vida de candidato e de possível eleito seria feliz? As pessoas pensam muito em cargos e mordomias. Eu não! Actualmente, sou feliz isso é o mais importante para mim.
Quem define, para onde eu vou e com quem eu vou, sou eu. Esta minha hipótese de candidatura se tiver contribuído para a abertura e evolução dos partidos, já me dou por satisfeito.

O meu maior poder é não querer nada, todavia a minha vida nunca estará sujeita a pessoas que não são mais do que eu, só porque têm um cartão de militante.
Hoje em dia , na política não há partidos nem independentes, nem direita nem esquerda, só gente aberta ou fechada, ágil ou desajeitada, educada ou grosseira, nobre ou canalha, generosa ou egoísta, profissional ou amadora, boa ou má.
Esta classificação de pessoas vai para além de ideologias, há uma classe de gente
 que preserva os seus princípios e rebelde perante as injustiças.

20/06/2017

Opinião de Joaquim Jorge no Noticias ao Minuto


Mas Portugal tem de mudar de paradigma sempre que chega o Verão ou as temperaturas aquecem. É preciso aprender a proteger a floresta e prevenir incêndios.
Mas tudo isto tem que ser ensinado nos bancos das escolas e haver uma prevenção efectiva e educativa. A prevenção de fogos tem que fazer parte da disciplina de Ciências da Natureza desde a primária até ao secundário. Os japoneses fazem exercícios de simulacros de incêndios e terramotos constantemente nas escolas. Aqui em Portugal o simulacro de incêndios em zonas florestais tem que ser uma constante.

19/06/2017

A noticia



António Fernandes 
A notícia tem um efeito poderosíssimo junto da opinião pública em virtude da sua massificação social como meio de procura de informação mas também devido à facilidade com que nos povoa como meio de divulgação.
Uma divulgação orientada para diversos fatores de interesse: comunitário; nacional; internacional; Em suma: global.
A notícia veicula informação fidedigna; sob suspeita; denuncia; entre outras;
As formas de a transmitir é que diferem: a forma de relato simples; a forma de conjetura organizada para denegrir, enaltecer ou passar despercebida; a forma de ponto de vista pessoal transformado em opinião artificialmente comum através do credito social que o meio que veicula a notícia tem junto das pessoas que são sempre o seu alvo. O alvo da notícia.
A notícia tem tantos ângulos quanto os ângulos de leitura dos factos  dos seus relatores. E tem outros tantos quantos os de quem presenciou o ocorrido a que acrescem os dos seus leitores, ouvintes ou espectadores.
Por isso a importância de quem lhe dá a visibilidade e também a importância do cabeçalho.
Duas formas distintas que separam o método de veiculação audio visual, da imprensa jornalística.
Nos tempos de hoje a notícia manipula os comportamentos sociais perante ocorrencias simples ou dantescas. Sejam oriundas de fenómenos naturais, acidentais ou de outras origens.
É uma espécie de "mundo à parte" que "fabrica" o mundo real.
Dizem os formadores de opinião ser o "simples mensageiro" porque se limitam a relatar factos.
Basta olhar as noticias e a forma como são manipuladas para que os ditos, "simples mensageiros", fiquem a milímetros de ser efetivos carrascos.
Nos tempos de hoje, em que a concentração de interesses se centra na informação, o seu tratamento é de vital importância para esconder o útil e divulgar o acessório, se entendermos por útil o interesse comum e acessório o interesse de alguns.
Aquilo que se passa nos meandros dos setores financeiros cartelizados é o exemplo maior da manipulação da notícia.
Uma notícia tratada e convenientemente divulgada transforma uma divida privada em dívida publica colocando o Estado em défice permanente e por gerações de cidadãos que, com a divida pública crescente e hipotecada jamais se livrarão de uma carga fiscal avultada sobre o rendimento do trabalho honesto.
Nos tempos de hoje, o poder político tem extrema dificuldade em corrigir trajetórias politicas gerais no mundo porque quem manda no mundo não é o poder politico.
Quem manda no mundo é quem controla a informação.

E... Por consequência, manda também nas linhas gerais de orientação politica salvo quando, é o poder político que se impõe através da força da razão dos povos e das necessidades das pessoas.
Bastam - lhe:
- isenção;
- idoneidade;
- respeito;
- liberdade;

Jornal Tornado



por Isabel Guerreiro, em Lisboa - O “Game Over” para a candidatura independente de Joaquim Jorge à autarquia de Matosinhos ainda vai fazer correr “alguma tinta” nas próximas semanas.
JORNALTORNADO.PT

18/06/2017

Luto




17/06/2017

Expresso


PSD BATE COM A PORTA

No território onde o partido laranja nunca passou da oposição, desta vez a refrega política também incendiou o PSD de Matosinhos, que, ontem, se demitiu em bloco contra o veto da distrital ao nome do candidato Joaquim Jorge. Com o líder concelhio, José António Barbosa, saem nove membros da Comissão Política e ainda o presidente da AG, Carlos Sousa Fernandes, obrigando Bragança Fernandes a convocar eleições em pré-campanha autárquica. Na origem da ruptura está o independente que preside ao Clube dos Pensadores, que após muita polémica e eleito ao terceiro round na concelhia foi afastado pela distrital, que optou pelo médico e ex-vereador de Matosinhos Jorge Magalhães.
“Numa altura em que que o PSD podia ter um resultado histórico face à cisão do PS, Bragança Fernandes, sempre de forma silenciosa, sem nos olhar nos olhos, desrespeitou-nos e ignorou a vontade dos militantes”, frisa António Barbosa, que prefere afastar-se do que “ficar no actual pântano” político. “No pedido de demissão a que o Expresso teve acesso, o líder concelhio rejeita a visão sectária da política, habituada a servir-se dos partidos e não a servir as populações”. A candidatura falhada será relatada em livro por Joaquim Jorge, que não poupará nem o PSD nem o “homem do aparelho”, Marco António Costa.

Bater com a porta mas um até já…





in Clube dos Pensadores 
Ontem soube da demissão oficial de José António Barbosa, presidente da concelhia do PSD Matosinhos. Nas conversas que ia tendo com José António, já me tinha dado a entender que se eu não fosse o candidato se demitiria. Deste modo, para mim, não foi surpresa mas o culminar de um processo, em que o meu nome foi vetado pura e simplesmente.
Evidentemente que é um acto nobre, digno e como protesto, que na política não pode valer tudo. O que me surpreendeu foi levar com ele 16 pessoas incluindo o presidente da mesa da Assembleia de Militantes Carlos Fernandes. Joaquim Pinto Lobão, Clarisse Sousa, Fernanda Teixeira, Duarte Laranjeira, Gustavo Ribeiro, Pedro Barreira, Miguel Borges, Paulo Guedes, Rui Alves Pinheiro, entre outros.
Em política uma demissão não é usual, as pessoas têm apego ao poder e aos lugares, mas depois do seu empenho no nome Joaquim Jorge não lhe restava outra saída por tudo que lhe fizeram e a Joaquim Jorge.
A ideia que me fica de tudo isto é que me convidaram para ir a casa de uma pessoa respeitável (PSD) e começou tudo ao barulho por eu chegar. E, eu fiquei a olhar boquiaberto sem ter culpa nenhuma do que se estava a passar.
Outra conclusão que tiro é a seguinte:  nunca pensaram que José António Barbosa por um lado e Joaquim Jorge por outro, aguentassem tanto tempo unidos e solidários. Deste modo, foi desmascarado o jogo sujo, miserável, velhaco e sem-vergonha.
Eu sou independente, nada tenho que ver com o PSD, mas fiquei amigo de José António que é do PSD e reconheço que há muito boa gente no PSD, mas não estão no controlo e nas decisões do partido. Está na hora de dar uma sapatada nisto tudo.Uma varredela geral para o PSD voltar a ser o que era.
Este processo foi moroso e foi preciso ter uma enorme resistência psicológica. Como forma  de exorcizar este processo vou publicar um livro e como não podia deixar de ser convidei José António, para estar ao meu lado, para falar da obra que é um relato de tudo que se passou com algumas  nuances. Também é uma forma de agradecimento pelo seu comportamento e postura.
Na vida sou grato e reconhecido. Reconheço que José António perdeu mais do que eu, era presidente da concelhia e deixou de o ser. Eu passei de candidato a não candidato, não perdi nada.  Para todos os efeitos não tive culpa nenhuma desta situação.  Mas penso que este bater com a porta pode ser um até já . Em política o tempo é o melhor conselheiro. Vamos ver…
Este livro, que funciona como forma de me libertar, de vez, deste processo e não voltarei depois do dia 29 a tecer considerações sobre este assunto. Para mim acabou!
Tenho coisas mais importantes na minha vida que me ocupam e fazem feliz.

JJ