30/12/2015

Debate em imagens no Clube dos Pensadores com Edgar Silva



fotos/CdP: Vítor Alves 




















3 comentários:

  1. Virgílio Ferreira escrevia, a dado passo do sei PENSAR:
    "O homem criou Deus à sua imagem e semelhança. Por isso não abandona facilmente uma doutrina, mesmo depois de saber que está errada".
    Penso que o PCP e o seu candidato à Presidência da República terão que fazer o sacrifício de se abalançar a fazer mais travessias no deserto...
    Que 2016 venha a ser um ano melhor para os portugueses que 2015!
    Parabéns ao denodado empreendimento em que Joaquim Jorge se tem envolvido de alma e coração. Talvez a forma mediática mais pura e verdadeira de mostrar sem alaridos artificiais, as pessoas públicas que têm o dever de pugnar pela construção duma atitude franca e aberta perante a ignorância e comodismo do povo que vota às cegas! E, quantas vezes, contraditoriamente!

    ResponderEliminar
  2. Um debate sem grandes surpresas por parte do convidado, como são todos os debates presidenciais, devido ao fraco poder politico de que o PR tem.
    Valeu, as sempre pertinentes perguntas e "provocações" do JJ, e que o convidado Edgar Silva, pessoa muito simpática, ajudou com a sua simplicidade e descontração.
    O Mário Russo, teve também uma intervenção muito interessante e oportuna. Assim com algumas outras que surgiram entre os que assistiam e lembraram o que se tem passado, e passa actualmente.., nos países comunistas e a que o convidado sempre fugiu ás respostas com a desculpa de que estava para falar como candidato presidencial. Pois...
    Uma coisa é certa , e o digo há anos, essa mania de classificar esquerda e direita, tendendo sempre a julgar e acusar os ditos de direita como sendo os demónios e os ditos de esquerda os santos..., pra mim não "cola".
    Pois como tive a oportunidade de dizer ao candidato no fim do debate, as revoltas que sente, e muitas das ideias que apresentou, são iguaizinhas ás minhas.
    No entanto, ele é da dita esquerda, e eu da dita direita.
    É que a diferença, está nas pessoas e não totalmente nas ideologias, como muitos querem impor.


    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar