02/09/2015

CIVA (Centro de Investigação da Vida Alheia)



1 - CM Gaia vai assumir dívida da Gaianima. E, atribuir 1,04 milhões de euros às Associações e Juntas. A CM Gaia não está assim tão mal como se faz crer! Afinal há dinheiro! É pena não baixar o IMI e a factura da água.
2 -A CM Gaia não pode cometer erros de principiante e envergonhar quem vive em Gaia. É preciso mais cuidado e ponderação na tomada de decisões. O novo executivo em Setembro faz 2 anos que foi eleito, está a meio do mandato. A CM Gaia alterou parte do passadiço na marginal ribeirinha sem consultar Carlos Prata, o autor do projecto. Onde havia iluminação no pavimento de madeira foram instalados postes verticais. Até Souto Moura criticou este desrespeito pelo projecto na marginal.
3 - Firmino Pereira está na lista de deputados do PSD pelo Porto em lugar elegível. Um prémio justo por quem nunca abandonou Gaia. Esperemos que depois de eleito e ir para Lisboa não se esqueça de Gaia.
4 - A CM Porto pelas constantes notícias parece que não meteu férias. Rui Moreira viu-se mergulhado no mar na Foz. O que teve a sua piada. Pela foto parece com melhor aspecto e não parece tão magro. O poder mói, tira o sono e envelhece.
5 - Rui Moreira participou no cortejo do Traje de Papel e vestiu-se de Infante D. Henrique, cumpriu a tradição e mergulhou no mar da praia do Ourigo, na Foz do Douro. Este ano as festas de São Bartolomeu tiveram os 600 Anos da Conquista de Ceuta, como pano de fundo. As festas São Bartolomeu são de cariz etnográfico e religioso comemoradas há mais de 100 anos. Segundo a tradição popular, o banho serve para curar todos os males para o ano inteiro. Deste modo Rui Moreira começa a preparar a sua reeleição, mas como isso só pode acontecer em 2017. Terá que ir a banhos nos próximos anos.

6- Foi recentemente inaugurado o MMIPO ( Museu da Misericórdia do Porto) , na Rua das Flores no Porto. O Museu tem uma forte componente de arte sacra, patente nas suas colecções de pintura, com várias representações da “Virgem do Manto” e da “Visitação” – temas específicos das misericórdias portuguesas, e também nas de escultura e artes decorativas. O maior destaque é a pintura “Fons Vitae”, obra maior da escola nórdica, datada de cerca de 1517.
7 - Nessa inauguração, nas notícias sobressaíram os discurso de Pedro Passos Coelho e Rui Moreira. Todavia é da mais elementar justiça salientar o trabalho empreendedor do provedor da SCMP, António Tavares. Sem ele não havia MMIPO. O seu objectivo, é a celebração da memória da instituição, facto que constitui um forte contributo para a renovação urbana e cultural do Centro Histórico do Porto.
8 - Joaquim Jorge foi convidado para escrever dois artigos de opinião pelo director Luís Martins do jornal O Matosinhense. Dois artigos que deram brado pela análise sobre futuros candidatos e situações menos claras. Os políticos e quem está numa Câmara não estão imunes a criticas. Da minha parte, as minhas análises serão sempre para o bem público em Gaia, Matosinhos, Maia e Portugal. Questões pessoais comigo não existem. A mania de quem está na política julga-se uma casta superior em que tudo lhes passa por baixo.
9- Felizmente cada vez há mais gente atenta, informada que exige decisões dignas e honradas para bem do erário público. Muitos políticos tomam decisões, pensam que passam despercebidas e fazem dos cidadãos estúpidos. Esse tempo acabou há muito. Pelo menos para mim…
10 - O PS se tivesse ido de férias e a banhos seria bem mais benéfico do que a trapalhada dos cartazes e a anunciada candidatura de Maria de Belém.
Apetece dizer que não há mais nada que aconteça a António Costa. Ah já me esquecia! José Sócrates pode ser libertado em Setembro desviando as atenções para si, e não para o PS. Passa a ideia que no PS não há um rumo e cada um faz o que entende a seu bel- prazer. O PS actualmente é sinónimo de trapalhadas, listas, seguristas excluídos, fait-divers, confusão, embrulhada.
O PS já não tem muito tempo para se redimir de tanta azelhice e falta de tacto.

JJ
*artigo de opinião publicado no jornal Audiência

Sem comentários:

Enviar um comentário