21/04/2017

Crónica de Genebra






Nelson Fernandes 
« Aos Arquitectos Portugueses … » !!! E se os há de RENOME !!!
     Vai ser a segunda vez que vos escrevo, para pedir um favor. A primeira vez fi-lo na plataforma do então, PND.

     Antes vou fazer um pequeno Introito, para explicar a minha insistência hoje com vós-outros. Chegado a casa, ao fim de um extenuante dia de trabalho, acendi o computador e aparece no meu ecrã, de informação (das últimas), o seguinte: “ Les incontournables du Portugal “. Lindas imagens todas elas minhas (pessoalmente), conhecidas e compreende as da Madeira.
     Dei uma, já diária visita aqui à pagina do CdP e a seguir, acendi a televisão e eis que vejo um programa na France 3 “ Des Racines et des Ailes”. Uma incursão na Córsega por Professores de História, para fazerem um INVENTÁRIO do Património Arquitectural, mandado construir pelos Corsas que Emigraram para os Estados Unidos vão lá 200 anos, e de volta, fizeram construir Palacetes com as linhas arquitectónicas em voga nessa época nos USA. E hoje, lindos palácios meio em ruínas, estão a serem recuperados pelos herdeiros de vão lá umas dez gerações.
     SENHORES ARQUITECTOS PORTUGUESES, NÓS TEMOS EM PORTUGAL UMA RIQUEZA SEMELHANTE, A QUAL, QUANDO NÃO FOI JÁ ARRASADA, SE ENCONTRA COMPLETAMENTE EM RUÍNAS. POR FAVOR FAÇAM ALGUMA COISA POR ESSES PALACETES QUE FORAM CONSTRUÍDOS EM PORTUGAL PELOS ENTÃO CONHECIDOS COMO OS *** BRASILEIROS***, OU SEJA OS PORTUGUESES QUE TINHAM VOLTADO DO BRASIL DEPOIS DE PARA ALI TEREM EMIGRADO E FEITO FORTUNA. SE NÃO SOUBEREM AONDE ENCONTRAR EXEMPLARES EU VOU CITAR ALGUNS:  Verdemilho Aveiro, ( ainda há pouco tempo existia la um Palacete, em bom estado). Ílhavo. Alias a rua principal desta Vila, têm riquíssimos vestígios. Santa Cruz da Trapa. S. Pedro do Sul, maravilhosos vestígios. Mas há um palacete completamente arruinado cujas Ruínas valem OURO. Até os talhões da cornija, foram desenhados e tratados como um azulejo. Situa-se junto do Convento de S. CRISTÓVÃO em Carvalhais  S. P. Sul.
     Essa ARQUITECTURA COLONIAL TRAZIDA DO BRASIL E SEMELHANTE AO QUE É HOJE CONSIDERADO NAQUELE PAIS, “ Exp. S. SALVADOR ...!”, PATRIMÓNIO MUNDIAL, EM PORTUGAL É UM MONTE DE RUÍNAS ... !!!
     Senhores Arquitectos, dêem aí uma vista de olhos ...!!! a Honra será toda Vossa.

3 comentários:

  1. Ó Sr. da Crónica de Genebra, o que tem a ver os arquitetos com a degradação dos edifícios históricos. Se o Sr. não pensasse com os pés, entenderia que a degradação é uma matéria da responsabilidade dos donos dos edifícios e dos agentes públicos. Pense um bocadinho antes de escrever escatologia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Sr. armindo correia, viva!
      Efectivamente penso com os pés (BEM ASSENTES NO CHÃO). Quanto ao Sr. pelo teor do seu comentário, constacto que pensa com os intestinos. Mas não está sózinho. Faz parte do comentador típico português. Qualquer que sêja o assunto a comentar a síntese é intestinal. Bravo !!!

      Eliminar
  2. Olá Nelson Fernandes!

    Na verdade, com o modismo do "Simplex" muitos assassinatos arquitetónicos se fizeram neste país rico em tantos belos exemplares de edifícios de estilo maravilhosos. Sendo eu grande admiradora desses exemplos que cita, muitas vezes me entristeci com a sua derrocada.
    Temos no Porto um mau exemplo do que foi feito no jardim da Praça da Liberdade e Avenida dos Aliados, onde uma linda praça com lido jardim e calçada portuguesa, deu lugar a um pavimento de pedra sem graça nem côr!
    Mas a culpa não é só dos arquitectos; os aarquitectos apresentam os projectos e os autarcas têm o poder de decisão. São portanto também e até mais responsáveis por esses assassinatos arquitectónicos.
    Acho no entanto, que os tempos estão mudando no bom sentido, pois hoje em dia já começa sendo mais visível o retorno ao bom senso e ao bom gosto:
    Espero que assim continue e já que não se possa voltar atrás no que foi feito, pelo menos que se evite continuar nesse rumo.

    Um abraço

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar