19/03/2017

JOAQUIM JORGE. O COMBATE POLÍTICO POR UM IDEAL




Daniel Braga 
Considero a partilha do espírito do Clube dos Pensadores, um verdadeiro ato de militância cívica e de vivência do que é ser-se cidadão de corpo inteiro exercendo livremente o direito à opinião em democracia, que se quer pleno e sem restrições. Para se exercer política e falar de política não é obrigatório ser-se militante de Partido. Teremos é que saber discuti-la em espaços como o CdP uma "voz fora do círculo do Poder" que é cada vez mais escutada e ouvida. É preciso continuar a despertar consciências, sem falsos unanimismos, com a diversidade própria de quem pensa pela sua cabeça, mesmo discordando, muitas vezes, de outras opiniões. É esta riqueza que faz do Clube dos Pensadores um espaço único de liberdade e de cidadania cívica. O facto de Joaquim Jorge ter aceitado integrar como independente um projeto político para a Câmara de Matosinhos não pode significar o fim de um projeto e de uma ideia que está consolidada e enraizada no distrito do Porto e em todo o Norte do País e que tanto custou a levantar e a alicerçar. Mas a Joaquim Jorge apresenta-se agora um desafio deveras aliciante: lutar políticamente pela sua terra natal – Matosinhos (é natural de S.Mamede de Infesta) tentando impor e dar a conhecer as suas ideias para o crescimento e desenvolvimento de Matosinhos rumo ao futuro. Esperam-se dias difíceis e de combatitividade árdua, persistente e contínua, sem esmorecimentos, perante adversários duros de roer. Mas Joaquim jorge tem fibra, hercúleo e inquebrantável de pensamento e de actos, invencível no acreditar das suas ideias e da mais valia que pode trazer para o debate político e autárquico da região. O combate ainda agora começou e vai ser longo, muito longo. Esperam-se dias de grande agitação no combate e na discussão política de ideias e de projetos. E Joaquim Jorge estará nessa primeira linha do combate autárquico. Com todos nós a seu lado. Prestando-lhe esse apoio, pois ele merece-o.          E simultaneamente homenageando-o por tudo o que fez pelo Clube dos Pensadores e por aquilo que o Clube representou na prática da cidadania e da liberdade de expressão em Portugal. Há um País antes e outro depois do CdP. Devemos assumi-lo sem vaidades bacocas nem falsos pudores. Por tudo isso meu caro Joaquim Jorge muito obrigado por tudo o que de bom tens feito pelo Clube, mesmo sabendo muitas vezes que a "empreitada" foi deveras difícil e de obstáculos vários. E no dia das eleições lá estaremos a teu lado esperando ver-te ser consagrado como o futuro Presidente da Câmara de Matosinhos. Até lá mãos à obra que a luta vai ser árdua e o combate político que se avizinha longo, muito aceso e preferencialmente com a discussão de ideias / projetos que interessem verdadeiramente ao povo de Matosinhos para que votem em consciência do que é melhor para as suas gentes e para a sua região.

1 comentário:

  1. Amigo o Clube dos Pensadores é um projecto de âmbito nacional, não é só Porto e Norte. Vais-me desculpar mas a maioria dos convidados são de Lisboa. A mania que algo se faz em Lisboa é de âmbito nacional . Mas se se faz em Gaia- porto é de âmbito regional. Agradeço o teu belo texto e as tuas palavras mas tive que esclarecer essa pequena imprecisão. Obrigado.

    ResponderEliminar