18/02/2017

Matosinhos


Esta sexta-feira comprei o jornal de Matosinhos para ler a peça jornalística feita por José Maria Cameira Cameira. A peça está excelente, bem estruturada e pormenorizada.Por outro lado, para quem não esteve presente no Orfeão de Matosinhos, dá uma ideia muito real do que lá se passou . Todavia tem umas pequeninas imprecisões que não belisca em nada a qualidade da peça- excelente. Eu nunca disse que o PS está em coma , quem fez essa afirmação numa intervenção desassombrada foi Jorge Carvalho . Por fim, eu nunca disse que votava Narciso Miranda , basta pensar que voto em Gaia, e não, em Matosinhos.Fiz referência que é importante analisar as ideias e os programas dos candidatos. Uma nota, para o encontro de Luisa Salgueiro que decorreu muito bem e começou como deve ser: escutar em vez de falar. E, sem a omnipresença de Manuel Pizarro e com autonomia e liberdade. Neste affaire, falta saber como Ernesto Páscoa irá proceder é o joker do PS em Matosinhos.
Aproveito para dizer publicamente que não vou apoiar ninguém, nestas eleições locais, todavia não deixarei de dar a minha opinião sobre o que se passa. A cidadania passa por intervir ao meu nível de cidadão. Tenho pena que não haja uma candidatura independente protagonizada por alguém com um perfil apartidário e apoiada por algum partido, por exemplo, o PSD ou o CDS. Há espaço e tinha êxito no lodaçal actual.

JJ

Sem comentários:

Enviar um comentário