04/11/2015

LIBERDADE DE EXPRESSÃO EM GAIA



Este sábado, num programa de rádio, o director do Jornal Audiência afirmou que recebeu inúmeras pressões para que Joaquim Jorge fosse banido de escrever na sua coluna de opinião.( confirmando o que eu já tinha escrito neste espaço, tendo o cuidado de não me referir a nomes).
Joaquim Ferreira Leite, director do jornal Audiência identificou pessoas do executivo da CM Gaia. Todos nós sabemos quem é ou são.
Este incidente lamentável foi noticia no Correio da Manhã.
Há gente que convive mal com a critica e confunde com ataques pessoais. Ao falar de Gaia, fi-lo, faço-o e, vou continuar a fazê-lo para o bem de Gaia.
Por outro lado, o outro jornal de Gaia, OGaiense deixou de publicar noticias do Clube dos Pensadores. Talvez para agradar a quem faz publicidade institucional e lhe dá um subsídio.
No séc.XXI é inqualificável ainda haver lápis azul dissimulado.
O "lápis azul" foi o símbolo da censura e da época da ditadura portuguesa do século XX. Os censores do Estado Novo usavam um lápis de cor azul nos cortes nos textos e à censura prévia.de jornais, etc.
Não escrevo estas linhas com muito agrado e prazer , mas acho meu dever informar o que se está a passar.
JJ

1 comentário:

  1. Ó diabo!!
    Então, a censura está aparecendo por aí!!??
    E têm estes personagens tristes da nossa história actual, a lata de darem lições de democracia e liberdade a alguém!?
    E por andam os "indignados da nossa praça, que não se manifestam??

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar