28/10/2015

O POLI AMOR, DE ANTÓNIO COSTA



Hercília Oliveira 

O PS, e Costa, são muito "amorosos".
Propuseram  e aprovaram o amor entre  pessoas do mesmo sexo; agora, estão ansiosos por ser governo e fazer aprovar a adopção entre esses "casais".
Os socialistas, não só não se contentam em deixar  economia de rastos como habitualmente fazem  quando governam..., como ainda fazem alterações que destroem os valores da sociedade, em que mudam os conceitos de família a que a sociedade está orientada e acha natural, para satisfazer as vontades de "meia dúzia" de cidadãos que querem impor essas alterações.
Ora Costa..., como amoroso que é, depois de andar anos em "guerra" com a extrema esquerda, resolveu então iniciar uma relação como dois "amores"; O BE e o PCP! Um amor inédito...!
E, como diz o ditado: " O amor quer-se batidinho", foi isso que Costa fez!
Como agora, necessita do amor dos dois , apesar  de lhes "bater forte e feio ainda nesta última campanha eleitoral, resolveu agora se "apaixonar".
Recordemos:
António  Costa, no XVI congresso socialista:
" O BE, é um partido oportunista que parasita a desgraça alheia  e incapaz de assumir responsabilidades"
A 4 de Setembro de 2015,
 Costa disse:
" O PCP e o BE, são meros partidos de protesto"
" Votar na extrema esquerda, é votar na irresponsabilidade"
( Carlos César) a três dias  das eleições legislativas de 2015.
Há seis anos, Costa chamava o BE de parasita!
A quando de uma" escaramuça" com o BE  na CML...,. Costa disse..., que o BE era  um partido, com o qual não se podia fazer acordos pois não era de confiar!
Ora, depois de todas estas "batidinhas" Costa resolveu então aderir ao Poli amor. Rendeu-se Costa a este tipo de amor, e está mesmo empenhado nesta relação a três!  De tal forma está "apaixonado" que não descansa enquanto não a concretizar!
Se vai durar, ninguém sabe, mas o que importa é conseguir essa união. Nem que seja por uns dias, isso não importa; O que importa..., é o poder que com essa união vai conseguir.
É por causa destas vergonhosas atitudes, que os políticos continuam a ter, que o maior partido, actualmente, é a abstenção.

1 comentário:

  1. Raiva incontida. Espume-se, mas tenha cuidado, pode morder a lingua e morrer com o seu próprio veneno. Veem aí melhores dias.

    ResponderEliminar