11/07/2015

A "CADEIRA DE SONHO”



Daniel Braga 

Profusão de candidatos presidenciais... o "pote" do poder traz à tona apetites inimagináveis ao exercício do cargo. Da Direita (Marcelo, Rui Rio e Santana) à Esquerda (Maria de Belém e Sampaio da Nóvoa), passando por aqueles que "não são carne nem peixe" (Henrique Neto e Paulo Morais) existem perfis para todos os gostos. E todos com a mesma meta comum: a ocupação da apetitosa "cadeira de sonho" que é o cargo de Presidente da República. Apresentam-se assim pondo em reboliço os próprios partidos que não sabem bem o que fazer. Ora apoio este hoje, ora apoio outro amanhã demonstra bem certa desorientação partidária, essencialmente nos 3 partidos do arco do poder (PSD/PS/CDS), que ainda não demonstraram vontade em apostar claramente no seu candidato. Mas uma coisa é certa, se quer à Direita ou à Esquerda houver um leque disperso de candidatos, isso apenas beneficiará quem se apresentar unido em torno de uma candidatura forte, porque senão correrá o sério risco de sair derrotado nas eleições presidenciais. Até porque os dois candidatos fora desse apoio partidário à Esquerda e à Direita (Henrique Neto e Paulo Morais) parecem reunir alguns consensos e apoios e podem servir de charneira, fazendo pender a balança para um ou outro lado. Portanto, os Partidos que se acautelem, pois poderá haver alguma surpresa inesperada...

1 comentário:

  1. Pois...,

    Com as consequências da crise que nos deixaram, e o desemprego alto, as eleições presidências nunca tiveram tantos candidatos..., e a tal "cadeira de sonho" nunca foi tão disputada e desejada.
    ´Chega a ser divertido! E, como diz o povo: "são trinta cães, para um osso...".
    E como quase diariamente, aparecem outros nomes, vamos aguardar para ver quem mais por aí..., se vai dirigir ao "centro de emprego", para obter lugar, na dita "cadeira de sonho".

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar