07/04/2015

Crónica de Genebra



Nelson Magalhães Fernandes 
« A DITADURA DA DEMOCRACIA, TÊM OS DIAS CONTADOS »

     Não é a primeira vez, que nestas Colunas do CdP, verso sobre esta «percepção», que eu, num primeiro momento, pensava que era o único a sentir. E como o assunto me interpelava, comecei a meter mão, quase sem procurar, a textos recentes de especialistas da Matéria, alguns dos quais referirei em fim de texto. Eu sou apenas um humilde leigo, que me limito a admirar, aqui do alto duma montanha, a enxurrada da DITADURA da Democracia que varre tudo o que se lhe apresenta pela frente. Antes de continuar na minha dissertação, vou abordar alguns pontos que eu considero chave para a minha Cronica de hoje : Primeiro vou procurar, descrever a origem no passado e depois vou procurar, posicionar a posição do Nosso PORTUGAL no contexto. Pela minha parte não sou mais que um átomo Viriatista, à deriva dentro do meu vizinho « Collimateur de particules » do CERN.

1.     A DITADURA da Democracia MUNDIAL à qual hoje chegamos, com raras excepções; (Suiça, Democracia Directa. USA, Grandes Eleitores ...!) começou na Inglaterra com a Revolução Industrial. Contudo, como é evidente não tinha nada a ver com a actualidade.
1.1.                    Portugal já na Idade Média implementou a Democracia e viveu em Democracia.
1.2.                    D. AFONSO III em 1254 convocou as “AS CORTES de LEIRIA” aonde pela primeira vez estava representado “O POVO” para celebrar na altura o que se deu o nome de “ PACTO POLITICO” ..!  entre a Nobreza o Clero e o Povo.
1.3.                    Digam-me ..! não era isso Democracia ..? Que pulhice vir em 1974 dizer aos portugueses que ia-mos viver, debaixo dum regime político, milagroso, a Democracia. Depois vêm dizer que tinham sido os Gregos a inventar a Democracia. Não há para ai ninguém que queira ir viver hoje, na democracia Grega ...?

2.     Assim sendo, esta Democracia, (Contrariamente ao Pacto Politico de D. Afonso III) não foi feita para o Povo, nem o Povo foi educado ou tem cultura para viver em harmonia, sob semelhante, Regime Politico. Eu comparo os povos da actualidade, que vivem como Portugal sob o jugo da Ditadura Democrática a um rebanho de ovelhas na Escócia, guiadas e dominadas por um, APENAS UM, terrier inglês sob o comando do assobio do pastor. As ovelhas lá berram: “ Méééééé ..! mas nem mé, nem meio mé. O rafeiro mesmo deitado, mantém 500 ou mil ovelhas arrebanhadas, com uma simples abanadela de cauda ..! Depois cada país têm a sua raça de animal, para guardar o rebanho ..! Nós em Portugal, tínhamos uma boa raça de cães para guardar as nossos parcos rebanhos de ovelhas, enviá-mo-lo ao Sr. Barack Obama. Sim, o nosso cão “D’Água”..! lá foi para os USA. Agora não se queixem ..!

2.1.                    Agora vamos lá a saber, como é que os Ingleses chegaram à Ideia de Partilha democrática, aquando da Revolução Industrial ...!?
2.2.                    Foi Portugal que serviu de COBAIA. Quando Adam SMITH escreveu o que veio a ser o 1° livro de Economia Politica a Teoria de “ Wealth of Nations”, foi baseado na “ democracia (à inglesa) de partilha das tarefas”. Portugal começava por essa altura a instalar uns teares para tecer fio, tendo em vista, vestir os nossos paisanos. Logo vieram os ingleses, dizer que Portugal era bom era a produzir Vinho do Porto. Assim eles, os Albiões produziam tecido todo os dias para trocar por vinho espirituoso, que os Durienses produziam apenas uma vez por ano.! Linda troca não acham.?  Depois vieram as Invasões Francesas, a Guerra Civil, o Mapa Cor de Rosa, o Ultimatum e outras ...!
2.3.                    Assim, lá fomos caminhando, gemendo e chorando até hoje e até que Deus queira. O pouco que temos de bom e que nos resta, ou não o  roubam ou o damos, exemplo o nosso cãozito d’água que tanto jeito daria para guardar as “vacas bravas” quando o Tejo transborda ..!
2.4.                    Leiria no tempo de D. Afonso III, viveu em Perfeita Democracia. Depois dele passaram por lá uns pedreiros, que deixaram as “ CAPELAS IMPERFEITAS”..!!!
2.5.                    Agora volvidos sete séculos, sabem os meus queridos leitores qual é o nível de qualidade em parâmetros internacionais, atribuído à nossa Democracia ...??? “ DEMOCRACIA IMPERFEITA”...! É preciso ter galo ...!
2.6.                    Portugal faz hoje parte, daqueles Países que começam a ser definidos como “Estados Falidos”. Isto é um Estado que não consegue garantir o sustento e a segurança dos seus cidadãos, sem recorrer à mendicidade. E o que é curioso é que as grandes Nações da actualidade, os G5, G7, G20, preferem hoje, tratar com os outros estados “Definidos como ARRUACEIROS” (Coreia do Norte, Irão, Paquistão, Afeganistão etc.) que com os outros, os pedintes, que nem um cão têm para guardar um rebanho, que se pudesse penhorar.
2.7.                    E dizer que Portugal foi o Primeiro Estado Nação do Mundo...!
2.8.                    E dizer que Portugal valeu mais que os G5, 7 e 20  todos juntos. Enfim muitos anos mais tarde, ainda chegamos ao G3. Mas ficamos por aí. Em todo o caso, hoje de pouco nos serviria...!

     Eu lanço hoje e aqui um apelo, a todos os Portugueses de Boa Vontade: Vamos meter todos juntos mãos à obra e fazer desse lindo pedaço de terra e mar, que nos viu nascer, qualquer coisa” De Superior” de que todos nos pudéssemos ORGULHAR.
     Quanto aos nossos compatriotas que como eu, estão fora de Portugal e que eventualmente me leiam, eu aconselho que acordem, porque um dia destes podem chegar a Vilar Formoso para entrar e Portugal não existe mais.
     Saiamos duma vez por todas desse nevoeiro de perdição Sebastianistico. Olhemos em frente. Portugal é amanhã. Os parâmetros são outros é verdade. Não podemos ir sozinhos descobrir mais nada, em contrapartida podemos ir na companhia dos descobridores. Portugal pode ser uma mina de ouro para os que lá residem e para os expatriados. Temos é que nos dar as mãos. Aonde está o Candidato a Pastor que tenha um cão, capaz de reunir as ovelhas tresmalhadas ao “rebanho”, rafeiro seja ele ...???

1 comentário:

  1. Parece-me bem. O problema e'que quem ja' esteve no poleiro e agora recebe pensoes vitalicias, diz que nao e' nada com ele. Estes sao os que conhecem os "truques" mas nada fazem, por cobardia. Os outros, os recentes,estao demasiado ocupados em servir interesses ocultos. A maneira de mudar, no atual sistema, e' desaloja'los de la', atraves do voto que, ainda existe na Democracia e deixar de ter a estupida atitude de votar nos dois potes de esterco ou ainda mais estupida, de nao votar ou mesmo, de votar em branco

    ResponderEliminar