30/04/2015

Clube dos Pensadores ( CdP) recebe Manuela Moura Guedes




Joaquim Jorge, fundador do Clube dos Pensadores ( CdP), convidou Manuela  Moura Guedes, para estar presente no dia 30 de Abril ( quinta-feira) , pelas 21h30 , no Hotel Holiday Inn em Gaia.
O CdP faz política  sem estar na política, mas sempre que pode procura ter convidados de outras áreas. O mês de Abril pode-se considerar, «o mês do feminino». Depois de receber Joana Amaral Dias, tem presente Manuela Moura Guedes , um rosto conhecido da televisão, com um estilo peculiar, directo e polémico marcando a apresentação de telejornais em Portugal . Foi apresentadora do Jornal Nacional – 6.ªfeira na TVI, onde utilizava a frase que marcou a sua carreira: "Boa Noite, eu sou a Manuela Moura Guedes".
Actualmente é apresentadora na RTP1 do popular concurso Quem Quer Ser Milionário? e participa no programa Barca do Inferno que debate assuntos da actualidade de forma irreverente, descontraída e por vezes provocatória.
Na altura, a suspensão do Jornal Nacional de sexta-feira caiu como uma bomba na vida política nacional. Para muitos, a decisão da administração da Media Capital foi um acto de censura, que visava calar uma voz incómoda para o Governo de José Sócrates no caso Freeport . Este, por seu turno, disse não ter tido qualquer influência nesse afastamento.
Há coisas do destino e passados uns anos, José Sócrates deixou de ser primeiro-ministro e está em prisão preventiva em Évora, por suspeitas de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção. Ao invés, Manuela Moura Guedes que tinha sido afastada do Jornal Nacional da TVI, voltou a fazer televisão.
Recentemente, Manuela Moura Guedes desistiu da queixa-crime por difamação que tinha apresentado contra José Sócrates .Em causa neste processo judicial estavam declarações de José Sócrates que alegadamente difamavam Manuela Moura Guedes por uma série de notícias sobre a conduta do então primeiro-ministro.
Essa queixa-crime contra Sócrates foi apresentada depois de o então primeiro-ministro ter dito, numa entrevista em 2009, que o Jornal Nacional da TVI era uma “caça ao homem” e que a jornalista fazia “jornalismo travestido”. Nessa altura estava no auge a polémica do caso Freeport. A TVI elaborou e emitiu diversas peças que envolviam o então primeiro-ministro no processo de licenciamento daquele outlet comercial junto ao Tejo, em tempo recorde e numa área que antes estivera classificada como zona protegida. Segundo esses trabalhos da TVI, Sócrates teria tido um papel nesse licenciamento enquanto fora ministro do Ambiente no governo liderado por António Guterres.
Será um debate , sobre a actualidade política , sobre a vida de Manuela Moura Guedes, mas será incontornável  falar-se de José Sócrates. Ainda mais , porque estamos em período pré-eleitoral e Manuel Maria Carrilho disse que, "António Costa devia propor a expulsão de Sócrates do PS". Por outro lado, há um certo embaraço e incomodidade no PS sobre este tema. As sondagens indicam que o PS não descola do PSD e a sua vitória não está garantida.
O CdP recentemente recebeu António Costa que esteve muito bem no debate, com elevação, sem ataques pessoais, pela positiva  ,sem promessas vãs e com muitas cautelas no seu discurso . Se António Costa  libertar-se do aparelho do partido, aguentar a pressão para escolher na hora certa o candidato presidencial depois das várias  negas de António Guterres, pode ter um bom resultado eleitoral.
Clube dos Pensadores 

4 comentários:

  1. Ora aqui está, uma mulher com RAÇA!!
    Por azar..., vai ser muito difícil para mim, estar presente nesta noite.
    Mas farei os possíveis por estar presente, pois não se pode perder esta oportunidade que o Clube nos proporciona!

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Do Facebook

    10 h · Gosto · Eliminar pré-visualização

    Cristina Ferreira Bravo. Adoro a Manuela Moura Guedes.
    6 h · Não gosto · 1

    Sónia Tavars *****
    4 h · Gosto

    Arlindo Lin Quando li a nota ao post, "Debate Único", e vi a foto de Manuela Guedes, pensei que seria "único" no sentido de "monólogo": a única a falar, sem ouvir o contraditório, como faz na Barca do Inferno, julgando-se a "Senhora da verdade". Todos temos a nossa verdade, com efeito, mas não a podemos impor aos outros como verdade absoluta.
    Eu também acho que Sócrates deve ser expulso do PS mas, ao contrário da senhora Manuela Guedes, acho que se deve provar e julgar Sócrates primeiro. Caso seja inocente, não vejo porque o PS deva expulsa-lo, e todos somos inocentes até que se prove o contrário.
    1 h · Editado · Gosto

    Joaquim Jorge Nos debates que faço se estivesse presente . Há tempo estipulado para falar ... A metodologia fui eu que a define já alguns anos e como me dizem é um sucesso. A plateia tem imenso tempo para questionar o convidado. Apareça e faça uma pergunta.
    1 h · Gosto · 1

    Arlindo Lin Agradeço o seu convite. Eu vou aos debates a que sinto que devo ir. Este não é um desses.
    51 min · Gosto

    Joaquim Jorge Eu não o convidei. Desculpe. Eu não convido por norma ninguém. Sugeri que fosse para fazer um pergunta em contraditório. Eu não tenho convidados para agradar a A ou B ou C. Já tive o António Costa, a Joana Amaral Dia, a Ana Drago , o Jerónimo de Sousa, etc.. Acho importante ouvir outras opiniões . A presença de uma personalidade da televisão para o Clube é um momento único. O Clube é um open mind . Há quem goste, há quem não goste. Esta é a minha linha e vou mantê-la . Mas cada vez me apercebo que tem mais mercado. Como deve calcular eu também tenho as minhas preferências e não convido só quem gosto ao longo destes anos...Obrigado.
    Agora mesmo · Editado · Gosto

    ResponderEliminar
  3. Transcrevi, há pouco, no Facebook, o último parágrafo do comentário de "Arlindo Lin" porque, de facto, coloca o dedo na ferida, relativamente à forma muito controversa como se tem manifestado na RTP no programa "Barca do Inferno". Fi-lo porque comungo da mesma opinião.
    No que toca a gostar-se ou não dos convidados que vão ao Clube dos Pensadores a questão já é do foro íntimo de cada um de nós. É evidente que não gostamos todos das mesmas pessoas e nem estamos dispostos a ouvir quem não nos agrade ou por quem possamos nutrir uma aversão muito particular.
    De qualquer modo, para quem sentir que deve dar o seu contributo e participar nos debates, esta será uma boa oportunidade. Como todas as que têm ocorrido por iniciativa de Joaquim Jorge e do CdP.

    António Nunes

    ResponderEliminar