07/06/2014

E se fossem as crianças a mandar?





Pedro Almeida 
Cinco alunos com idades entre os 8 e 9 anos, da Escola João de Deus no Porto, foram entrevistadas pelo Jornal o Publico, ontem, Dia Mundial da criança e perguntaram-lhes o que fariam se mandassem.
De entre muita dissertação interessante, realço algumas das ideias que saltaram desta reunião de jovens talentos:
“E eu não gosto nada disto. As pessoas escolhem o seu preferido para tornar Portugal melhor, com mais dinheiro, e depois os preferidos acabam por tirar um pouco mais as pessoas.”
“Com as eleições, nós aprendemos quem é que faz mal ao País e quem não faz. É uma lição para votarmos noutros porque já aprendemos que quem lá está, não é bom governante. Logo, as eleições servem para dizer-mos que quem lá está não é bom”

1 comentário:

  1. Criancas sensatas e com visao. Se nao forem desviadas do seu caminho, daqui a uns 10 ou 20 anos, podem vir a fazer a diferenca, em Portugal.
    Pedro-Loverpool

    ResponderEliminar