17/02/2012

Crónica de Liverpool

Tenho vindo a sentir que lhe devo umas palavras de apreço, desde que eu voltei a Inglaterra.
Foi na verdade muito revigorante revê-lo, depois de muitos anos passados, sem nunca sabermos que nos iríamos encontrar desta forma, com um projecto destes em mãos e no qual, eu descobri também estar envolvido, com muito agrado, já agora.
Quando me foram buscar ao aeroporto de Liverpool, quase há 1 mês atrás, deram-me a noticia de que o restaurante tinha sido assaltado, durante a noite.
São perdas recuperáveis, mas e' sempre desagradável e causa stress. Foi assim, um aterrar violento.
Talvez por isso, não tenha recuperado depressa, do sentimento de certa tristeza que eu vi em muitas caras, espalhado pelo nosso querido Portugal mas, sobretudo, em Lisboa, onde eu fiquei por um dia.
Parece uma galé , onde os remadores escravos, são deixados a remar sem comida, descanso, calor e, pior que tudo, sem timoneiro.
Se recebeu a minha mensagem ontem, espero que não tenha achado "demasiado" humor. Eu fartei-me de rir quando a recebi e achei que devia partilhar as gargalhadas, com os amigos mais próximos.
Se não apreciou, diga-me e eu terei mais cuidado, na próxima.
Enviei no mês passado, duas cartas para dois diferentes Ministérios, pedindo explicações, números e fundamentos, em relação a politicas anteriores e presentes, e o que pretendem fazer para alterar essas situações. Se algo foi ou está a ser feito, para as melhorar.
Tenho mais duas- Ministra da Justiça e Sec. Estado da Segurança Social - prestes a ser mandadas e espero resposta, lá para a frente mas, sem grande esperança que seja satisfatória.
Gostava de partilhar consigo, o teor destas cartas mas, sobretudo, a razão e o direito de ser delas.
Mostrar este simples acto,aos bloguistas do Clube dos Pensadores, como um acto que todos podem ter.
Quanto as cartas em si, poderiam ser publicadas no Blog, gosto sempre de contribuir, só que não estou certo do timing nem do que revelar, para
já.

Tenho outro "projecto" em mãos, mais delicado, em que insere o nosso pais, num contexto Europeu, onde nós estamos, quase sem alternativa, atracados.
Espero noticias suas e, esperança e ânimo a rodos para todos.

Pedro Almeida

Sem comentários:

Enviar um comentário