12 de Julho de 2010

ESPANHA


Espanha, Espanha, Espanha , parabéns! O desporto espanhol está recheado de êxitos e ultimamente os seus méritos tem sido reconhecidos em lugares cimeiros. Depois de campeã da Europa , a equipa de futebol é campeã do Mundo . Um feito inédito e inaudito no futebol.
Além da selecção espanhola de Futebol , lembro : Fernando Alonso campeão mundial de Fórmula 1, em 2005 e 2006 ; Barcelona Liga dos Campeões em 2009 ; Rafael Nadal este ano vencedor em Wimbledon e Roland Garros; Selecção de basquetebol , campeã mundial em 2006 ; Miguel Indurain , um dos melhores ciclistas do Mundo venceu cinco Tours de França ; recentemente A. Contador venceu o Tour 2009 ; etc. , etc.
O desporto espanhol está de parabéns e são bons em quase todas as disciplinas , quando entram numa competição é para ficarem nos primeiros lugares.

JJ

7 comentários:

  1. Domínio Filipino 1580-1630

    A exemplo de hoje e devido à falta de filhos na época, veio a dominação espanhola.

    Catarina

    ResponderEliminar
  2. Pois é pois é, lá levaram o título sem um futebol deslumbrante mas com o cinismo do golo único, alguma sorte e erros com influencia no resultado à mistura. Mas sem dúvida uma equipa bem organizada, com boa fluidez de passe e sentido de oportunidade. De todo o modo, consegui ser sempre superior aos seus adversários. Não segui o Mundial, mas pelo que vi dos jogos da selecção espanhola, não lhe assenta mal.
    Estão também de parabéns as políticas desportivas dos nossos vizinhos, de investimento e de formação.
    Só lhes falta mesmo mandarem para cá bons ventos e bons casamentos (Monica Conde Vazquez, onde estás que te perdi o rumo...)...

    ResponderEliminar
  3. Eu, por mim, até alinhava numa Confederação de Portugal com Espanha!

    Porque não?
    Desde que não nos viessem com aquelas cantigas do que decidiram sobre a Catalunha!...

    ResponderEliminar
  4. As siglas vão mudar:de CdP para QBR (Quinteto Banda Reumático)

    ResponderEliminar
  5. Catarina.Absolutamente de acordo com o seu comentário, com um senão; É que na época da perda da independência nacional e ocupação, por parte dos espanhóis que uniram os dois reinos num só, o problema não foi falta de filhos. Foram filhos a mais... Hoje,que os filhos da ... abundam neste território,que ainda não atingiu o limiar da independência nacional. Honra e glória aqueles que:
    -Entre perigos e guerras,esforçados
    -Mais do que permitia a força humana
    -Entre gente remota edificaram
    -Novo reino que tanto sublimaram.

    Este Paìs felizmente ainda tem filhos legítimos e que sabem quem são os pais. O problema é que como eu e muitos mais,já estamos a ficar ginjas percebe?

    ResponderEliminar
  6. Convém que fique esclarecido que quando falei em Confederação pensava essencialmente na questão económica.

    Quanto à questão duma possibilidade duma União Europeia, assim à moda dos Estados Unidos da América (do Norte e do SUL, que também temos o Brasil), na verdadeira acepção da palavra, muitas e complexas reflexões e consensos implicariam!

    Mas não é de se pôr de lado.
    É que mesmo a questão dos Nacionalismos, com a Globalização e Mundialização de soluções justas para todo o Povo do Planeta, teremos que os começar a pôr em causa.
    Penso que é uma evidência mas não será uma realidade para as próximas décadas.

    Utopia? Sim, para já.

    -
    Quanto à QBR, parece que o X acima quer ser o primeiro alistado!

    - Caro Oliveira Neves

    Olhe que não renego a nossa História. E se for preciso voltarei a lutar de armas na mão, se for preciso defender a nossa identidade e liberdade!
    Mas temos que estar preparados para o Futuro da vida neste Planeta Terra!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Não vale a pena lamentar, só lembrar... a criação deste País foi um erro histórico... O Afonso não devia ter batido na Mãe... não devia ter ído na conversa dos cruzados Ingleses e franceses... a geo-estratégia já era gerida nessa altura... já pensaram nos beneficios que todos teríamos recebido, no decorrer dos tempos... se a "jangada" fosse ibérica, potencia mundial, durante séculos? ainda hoje... seria neste canto encostado ao Atlãntico que estavam os maiores portos da Peninsula,senão da Europa! As mercadorias e os TGVS partiam todos do Porto ou de Lisboa, e passavam por Madrid e todas as outras cidades do interior? e que as caracteristicas do Povo Português apontam para que funcionamos melhor em equipa do que individualmente... dentro do País somos ZERO, vamos para fora somos dos MELHORES... dá que pensar!
    JM

    ResponderEliminar