05/05/2018

ENSAIOS SOCIOLÓGICOS




Valdemar F. Ribeiro*
SOMOS MARIONETES  GLOBAIS


Estamos em três de Maio de 2018 e utilizando a expressão do escritor angolano Rui Monteiro “QUEM ME DERA SER ONDA” , andamos todos ou quase todos ao sabor das ondas deste mar profundo e horizonte largo , por vezes muito revolto .
 Neste ano de 2018 utilizando-nos da “DSTV” aqui em Angola cujos canais televisivos sul-africanos transmitem jogos de futebol mundial , espanhóis , ingleses , italianos , alemães , etc., andamos muitos de nós contentes distraindo-nos com o futebol , ocupando talvez nosso tempo insípido , medíocre ou até valioso .
 Andamos aparentemente felizes , não podemos esquecer que felicidade é algo muto relativo em cada um , pois assistimos a jogos de futebol aonde os “grandes” craques participam ganhando milhões à custa das emoções dos aficionados , muitos destes extremamente radicais e até extremamente pobres .
Este ano de 2018 tem sido particularmente interessante em termos de jogos na Liga dos Campeões Europeus .
Na realidade não vamos ter apenas uma final mas estamos a ter várias finais e cada uma delas trazendo mais prestigio e dinheiro aos clubes vencedores e aos jogadores e seus representantes .
Os dois jogos entre o Roma (equipe italiana) e o Barcelona (equipe espanhola) foram uma final pois num jogo o Barcelona ganhou e no outro perdeu contrariando a maior parte das expetativas globais que obrigavam o Barcelona a eliminar o Roma mas foi ao   contrário .
Tivemos também os jogos entre o Real Madrid (equipe espanhola) e o PSG , equipe francesa , e  também foram quase uma final cujo vencedor foi o Real Madrid .
Depois tivemos mais dois jogos entre o Manchester City e o Liverpool ,  ambas equipes inglesas , onde num jogo ganhou o Manchester City e no outro ganhou o Liverpool , contrariando novamente quase todas as expetativas globais que afirmavam o Manchester City como a equipe vencedora da eliminatória mas não foi e houve aqui praticamente uma outra final .
Entretanto tivemos dois jogos entre o Real Madrid e o Bayern de Munique (equipe alemã) e o Real Madrid é o atual bicampeão desta Copa Europeia , tendo nos anos anteriores derrotado o Bayern e esperava-se um confronto muito difícil entre ambos pois o Bayern queria desforrar-se a qualquer custo e queria chegar à final da copa este ano para conquistar mais prestigio e dinheiro mas nestes dois jogos , mesmo o Bayern jogando muito bem , quem ganhou foi o Real Madrid para desespero do rival e também tivemos mais uma outra final .
Chegaram à ultima final deste campeonato europeu de 2018 o Real Madrid , bicampeão , e o Liverpool que neste ano finalmente formou uma equipe eficaz e certamente esta final será muito disputada por ambas as equipes em vinte e seis de Maio  em Kiev , Rússia .
Pode-se dizer que em 2018 a Liga dos Campeões Europeus teve várias finais .
Os aficionados de futebol são muitos milhões em todo o planeta e estão a deliciar-se com esta competição e muitos deles têm ataques de emoção e reações até muito perigosas e desequilibradas e por vezes há mortes nestas situações .
Um familiar meu quando assiste a estas finais , dá chutes , pula do sofá , grita , esbraceja e quase tem ataques de coração .
Outro familiar xinga os jogadores e os treinadores e muitas vezes afasta-se de ver o jogo na televisão pois não suporta aquela tensão e prefere apenas saber o resultado final .
Um cidadão na cidade do Lubango , Angola , que assistia ao jogo entre o Bayern de Munique e Real Madrid , descontente puxou de sua pistola e deu um tiro em seu vizinho que o contrariava nas opiniões sobre o jogo e matou-o .
Pessoas estas que vivem longe dos estádios e vivem em outros mundos paralelos muito longe destes estádios de futebol .
Quantas outras mirabolantes situações , algumas grotescas e caricatas , outras engraçadas e outras extremamente perigosas , não são vividas por milhões de pessoas em diversos países quando assistem a estes espetáculos ?
É necessário aprofundar uma reflexão global acerca de tudo isto e com muita seriedade e compreender as razões destes comportamentos humanos quando demonstram mediocridade nos atos .
Certamente uma visão humorista , diante de situações que não são controláveis , permite suportar cenas por vezes ridículas .
A razão que levou a este ensaio , fundamenta-se  no despertar da consciência destes atos pois na medida em que compreendemos as diversas realidades envolventes nestes processos , isso permite uma reação mais equilibrada em cada espetador .
O ser humano é um animal em processo de desenvolvimento de sua inteligência e muitas vezes não é inteligente em seus atos pois é instintivamente animalesco e todas as pessoas passam por isto , gostem ou não gostem .
A maior parte dos seres humanos têm uma vida medíocre pois exercem profissões que lhes desagradam , têm vidas sociais pouco interessantes , vivem em lugares que não lhes apraz , nascem aonde não gostam de viver e em sociedades muitas vezes  agressivas , desequilibrantes , maquiavélicas ,  etc. , etc. .
São perfeitamente estendíveis os comportamentos humanos diante de um desporto que os domina psicologicamente e o qual utilizam para fugir de seu estresse diário e de suas vidas não interessantes .
Porém muitas vidas humanas submetidas ao domínio psicológico de determinado esporte ou espetáculo  ou outras situações , na sua quase totalidade senão na sua totalidade , são manobradas do exterior como se fossem marionetes reais .
As denominadas democracias e ditaduras e os outros sistemas políticos e religiosos , quando o poder é utilizado como fim , utilizam-se da filosofia de marionetes para alcançarem seus fins utilizando todos os meios inclusive o da informação .
Muitos seres humanos quando ficam a ver seus clubes a jogar contra outros clubes ,  expressam suas emoções de formas até descontroladas mas estas emoções são geradas e manobradas implicitamente por um jogo que alguém organizou e alguém  determinou quem seria o vencedor , qual seria o resultado , alguém manobrou de maneira a que os resultados servissem seus próprios interesses económicos , sociais , etc. .
Algumas poucas pessoas controlam estes espetáculos , sejam eles quais forem , e ganham milhões de euros , de dólares ou outras moedas e outros ganhos , manobrando psicologicamente as pessoas para serem marionetes comandados do exterior .
Não são muitos os cidadãos que não se deixam manobrar psicologicamente do exterior e conseguem ter uma atitude neutra e equilibrada , consciente , quando assistem a tais espetáculos e jogos .
Há espetáculos que provocam emoções nos aficionados mas não são manobrados para se obterem determinados resultados .
Quando uma pessoa tem uma profissão realmente saudável , por exemplo engenheiro espacial , engenheiro naval , engenheiro informático , pesquisadores científicos, profissões criativas que realmente são uteis para o desenvolvimento humano ,  estas pessoas  têm um viver menos estressado e muito mais feliz e equilibrado e por isso não são tão disponíveis para serem manobradas psicologicamente do exterior durante os espetáculos dos jogos ou outros .
São pessoas menos expostas a serem marionetes de outras .
O futebol , espetáculo que serve a muitos seres humanos para preencher seus tempos e distraírem-se de atividades  algumas delas medíocres , faz parte de uma organização manobrada por poucos para benefícios financeiros desses poucos .
Quando um espetador assiste aos jogos pessoalmente ou através da televisão , faz com que esses jogos gerem dinheiro aos indivíduos que os organizam e esse espetador torna-se marionete consciente ou inconsciente de quem manobra esses espetáculos .
O ex-presidente da FIFA Joseph Blatter e seus correligionários beneficiaram-se financeiramente com as manobras mafiosas que utilizaram na organização dos espetáculos de futebol e muitos outros dirigentes continuam a beneficiar-se da mesma maneira e o mesmo se passa em outras situações .
Enquanto uns expressam suas emoções descontroladas outros manobram as marionetes embolsando milhões à custa do expetador consciente ou inconsciente .
Eu assisto a estes jogos tentando estar o mais atento possível às manobras do exterior no controle dos resultados mas nem sempre são claras essas manobras 

1 comentário:

  1. Caro Valdemar. É sempre com prazêr que te lei-o. Quanto mais não fosse para respirar um pouco desse oxigénio da Angola, que eu amo e com que nos presentei-as com os teus textos.
    Somos realmente Marionetes ( o POVINHO português), se assim não fosse, têr-mo-nos-haviamos levantado face à que foi a PALHAçADA DO ACORDO ORTOGRAFICO.
    lENDO-TE; e não te acuso, ( tu é que podias acusar-me a mim de recusar a evolução, da lingua), vejo que escreves segundo o ACORDO. Assim temos; " ESPETADORES ", coisa que não define de modo algum a acção passiva, de vêr seja o que fôr, mas isso SIM A ACçÃO ACTIVA DE ESPETAR QUALQUER COISA. Pex. Espetar a batata, espetar umas farpas no touro, espetar uma estaca, espetar uma faca nas costas, podia ficar aqui a dar exemplos...!!!
    Foi citado aqui hà dias no Clube dP o Filosofo Austríaco KARL KRAUS, que se bateu vai la um século, pela mesma causa. O abandalhar duma LINGUA como o fizeram as pequeninas autoridades portuguêsas, na matéria, que assim decidiram.
    Faz-me o favor de saudar aí todas essas " Morenas de Angola".
    Abraço

    ResponderEliminar