25/03/2017

O PS, a Cidade e o futuro



António Fernandes 
O PS-Braga elegeu, por proposta do seu Presidente, à Comissão Política Concelhia, o camarada Miguel Corais, membro do Secretariado da Secção, como o seu candidato ao Município de Braga.
O resultado apurado foi expressivo num contexto de representação das três sensibilidades presentes na Comissão Política e que são do conhecimento geral. Comissão essa que foi eleita pelos militantes no uso dos direitos estatutários e que, nesse sentido, representa o universo dos militantes do partido.
A Comissão Política Concelhia é um Órgão que depois de empossado elege um Secretariado proposto pelo Presidente da CPC para que dê cumprimento às suas deliberações, assim como ao Plano de Actividades nesse Órgão aprovado e agilizar os procedimentos das suas deliberações.
Com esta responsabilidade política, a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Braga exerceu um direito que é seu, no quadro dos Estatutos que regulamentam, nas também, da deliberação do Congresso Nacional que votou exclusivamente a recandidatura de autarcas em exercício eleitos pelo PS no quadro das candidaturas a serem apresentadas para eleição autárquica.
Cumpridas estas formalidades, se outras não houver, o camarada Miguel Corais assume a condição de candidato do PS ao terceiro Município do País atualmente gerido pela direita política coligada sob a sigla "Juntos por Braga".
Aguardam agora os militantes do PS que a restante equipa seja formada assim como a configuração do elenco para a disputa eleitoral para a Assembleia Municipal aonde se exige um desempenho multidisciplinar eficaz e coeso que dignifique o Órgão e lhe dê o relevo legalmente estabelecido, na discussão e na aprovação das políticas Municipais.
Porque destas duas componentes depende muito o desempenho e o resultado final da eleição autárquica.

Sem comentários:

Enviar um comentário