18/11/2016

Candidato do PSD à CM Maia



artigo de opinião no MaiaHoje
Bragança Fernandes não pode concorrer de novo à CM Maia. Já cumpriu três mandatos à frente do município, a lei não permite que o faça, de novo. Está deste modo arredado desse desiderato.
A escolha do próximo candidato à CM Maia pelo PSD será feita pelos seus militantes, contudo Bragança Fernandes adiantou-se e disse publicamente qual é o seu preferido – Silva Tiago.
Nada tenho contra Silva Tiago ou Bragança Fernandes, sendo amigo dos dois, isso não me impede de dar a minha opinião e fazer a minha análise e reflexão.
Todavia, na Maia o PSD tem uma forma de funcionamento que lembra uma monarquia. Eu já tinha referido há muito tempo que Tiago Silva, ao concorrer à concelhia e tendo sido eleito, colocou-se na primeira linha para ser candidato à CM Maia.
Bragança Fernandes sustentou e argumentou que a sua escolha recai sobre Tiago Silva e passo a citar: “alguém de confiança política, da confiança dos maiatos, sustentando na ideia de que este sempre foi um amigo em quem sempre pôde confiar ao longo do percurso de 27 anos na CM Maia”.
A democracia é a escolha dos eleitores e essa faz-se, neste caso, pelos militantes do PSD. Este estilo de actuação tem mais que ver com democracia imposta e sugerida.
Esta forma de actuar dos dirigentes partidários leva à degradação da política e da vida partidária. Os eleitores, neste caso concreto, os militantes do PSD são meros espectadores e têm que fazer o que o chefe manda. Já está tudo combinado nos bastidores. A argumentação de Bragança Fernandes poderia ser aplicada a Paulo Ramalho, dedicado militante do PSD e anterior presidente da concelhia, a Emília Santos deputada do PSD com intervenções muito a propósito sobre a Maia, Mário Nunes Neves, independente mas com um labor importante no trabalho de bastidores para a percussão da política maiata , entre outros.
Todas estas pessoas que indiquei não ficam a dever nada a Tiago Silva em mérito, trabalho e classificações. Não me apercebi que Bragança Fernandes tivesse citado um argumento que não é despiciendo – o legado desse grande homem que foi Vieira de Carvalho -, muitas vezes apoiado pelo meu pai. No meio disto tudo, onde está o seu filho, Francisco Vieira de Carvalho?
Esta deterioração acentuada nos grandes partidos, em particular no PSD e PS, com mecanismos oligárquicos e a crescente importância de carreiras pseudo-profissionais que se fazem dentro dos partidos por critérios que pouco têm que ver com seriedade, o mérito, a capacidade política, profissional e técnica. Tendo mais que ver com fidelidades, amiguismo, grupos e com o acesso ao poder do Estado por via do poder partidário.
Desta forma, o candidato do PSD à CM Maia, mesmo antes de serem escutados os militantes do PSD, vai ser Tiago Silva. Agora falta saber se os maiatos farão o mesmo? Teremos que esperar até Setembro de 2017.

.
NOTA: O PS que escolha um candidato à Maia da terra e que se deixe de pára-quedistas. As eleições autárquicas são eleições locais, não dá bom resultado trazer gente de fora.

* Biólogo, fundador do Clube dos Pensadores


Bragança Fernandes não pode concorrer de novo à CM Maia. Já cumpriu três mandatos à frente do município, a lei não permite que o faça, de novo. Está deste modo arredado desse desiderato.
FAROLDANOSSATERRA.NET|DE FAROL DA NOSSA TERRA

1 comentário:


  1. Gosto · Responder · 18/11 às 21:11
    Cândido Graça
    Cândido Graça · 25 amigos em comum
    Meu caro Joaquim Jorge, o Silva Tiago ou Tiago Silva, como lhe chama, está a fazer o seu caminho para ser o candidato, natural, do PSD á C M M. Ninguém, do PSD da Maia, impediu ou pretende impedir que qualquer Maiato se candidate ao lugar, nem a sucess...Ver mais
    Gosto · Responder · 8 h
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Cândido Graça eu tenho a minha humilde opinião e não retiro uma virgula ao que escrevi. Em relação aos títulos académicos se trata os senhores por Eng. Desculpe eu sou Dr.. Como não conheço o senhor de lado nenhum , e nem sei quem é. Agradeço que seja ...Ver mais
    Gosto · Responder · 22 min · Editado
    Cândido Graça
    Cândido Graça · 25 amigos em comum
    Dr Joaquim Jorge , peço-lhes publicamente desculpa por ter introduzido, sem qualquer intenção, o Eng., devo confessar-lhe e talvez por defeito, que nem me apercebi de que estava a tratar os personagens de forma diferente. Que fique claro, não o quis ofender. Não conheço pessoalmente, mas devo dizer-lhe tenho por Si o meu respeito. Obrigado.
    Gosto · Responder · 12 min
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Sim eu percebo, mas quem lê pode pensar de maneira diferente.Infelizmente somos um país de títulos académicos. Se tivéssemos o hábito de tratar toda a gente da mesma maneira , nada disto acontecia - Sr. Sr.ª .
    Gosto · Responder · 5 min
    Joaquim Jorge

    Escreve uma resposta...
    Escolher ficheiro
    Joaquim Manuel Dias
    Joaquim Manuel Dias Manobras de bastidores e depois o (Eleito)vencendo as eleições não passa além de um pião de brega daqueles que efetivamente mandam e manobram em todos os sectores do dia-a-dia da comunidade.
    Não gosto · Responder · 2 · 18/11 às 21:41
    Fernando Moutinho
    Fernando Moutinho Vamos aguardar! Eu não sou monárquico! Prefiro o sistema Republicano! Davas um bom candidato???
    Não gosto · Responder · 1 · 19/11 às 15:38
    Antero Filgueiras
    Antero Filgueiras Caro Joaquim Jorge, mas é só "na Maia que o PSD tem uma forma de funcionamento que lembra uma monarquia"?! A "doença" - qual modus operandi está instalada em todo o país e é transversal igualmente ao PS, pois quem sai, quer garantir que vai ter um "vas...Ver mais
    Não gosto · Responder · 2 · 19/11 às 18:05
    Nuno Parada
    Nuno Parada · Amigo/a de Fernando Moutinho
    E assim o PSD/Maia mais uma vez não aproveita a pessoa com mais perfil, currículo e capacidade para tirar a Maia do marasmo em que vive.
    Estou a falar como é óbvio no Dr Nogueira dos Santos.
    Gosto · Responder · 15 h

    ResponderEliminar