13/10/2016

UMA PAZ PODRE



Hercilia Oliveira 
Desde sempre, que quem tem os neurónios minimamente sincronizados, se apercebe que a esquerdalha tem sempre mais espaço para manobrar os cidadãos e em particular a comunicação social.
Ora sendo a comunicação social o maior veículo de informação, desinformação e omissão de informação que não lhe convenha, temos um país nas mãos de quem quer que o vejamos como lhes interessa e dê proveito.
Senão vejamos:
As idas aos aeroportos para ver chegar e partir jovens que partiram à procura de emprego em outros países, acabaram; ninguém mais imigra!
As mortes nas urgências deixaram de existir; ninguém morre!
Os impostos deixaram de o ser e passaram a ser ajustes. Hilariante se não nos estrasse no bolso.
Tudo funciona ás mil maravilhas...
Novos impostos aparecem anunciados quase todos os dias.
É o sol e as vista que vão ser taxados, o sal, o açúcar e o vinho. As fortunas(!?) acima dos 50 mil euros serão taxadas. A gasolina vai de novo subir e não é pouco; Costa disse, que quando a gasolina subisse muito mais, seria retirado o aumento que ele impôs que não foi pequeno. Tirou? Não..., mas ninguém  reclama.
Em Lisboa, dizem os que lá habitam, que o Metro está um caos!
Há imensas carruagens avariadas, e por isso mesmo as pessoas viajam  como porcos que vão para o matadouro.
As máquinas dos bilhetes não têm bilhetes!! Como alguém disse..., Lisboa parece a Venezuela.
E o que a comunicação social tem dito sobre isto!? Nada.
Há dinheiro para as 35 horas e para repor salários, mas para tornar a vida das  pessoas mais fácil, mesmo que para isso pague, e bem, nada faz.
Claro..., há que mascarar o défice, que pelos vistos agora não há mais vida para além dele. Isso é só quando são os outros que lá estão.
Temos depois a direita; uma direita que com todos este trunfos para mostrar, e está sem garra, sem motivação.
A geringonça, dizem por aí à boca cheia, está bem e para durar.
Pois está!
É que, quando cada um dos partidos que dela fazem parte deixa cair uma grande parte das suas ideologias e exigências  que defendiam ardentemente  e se tornam defensores acérrimos do que antes contestavam, tudo dá certo. Só que se torna na tal paz podre.
É evidente, que se uma paz podre nunca pode ser muito duradoira, pode e é com toda a certeza, uma praga para este país que anda há quatro décadas a ser (des)governado por gentinha que o que apenas lhes interessa é o poder que os alimenta, mais nada.


12 comentários:

  1. Que saudades do fascismo D Ercília....tenha dó
    António Magalhães
    Canelas

    ResponderEliminar
  2. Muita gente liga-me ou envia emails indignada com o que escreve a Hercília...
    Por outro lado, argumentam que um blogue deste nível seria mais adequado outro tipo de escritos.

    Gostaria de dizer o seguinte:

    1 - O que a Hercília escreve vincula-a a ela unicamente
    2 - O blogue está aberto a todo o tipo de opiniões. É pena outras pessoas não darem outras opiniões.
    3- A pluralidade tem destas coisas , quem escreve e pensa passa à frente de quem fica no impasse de não intervir.

    Obrigado.

    ResponderEliminar

    ResponderEliminar
  3. NO COMMENT, D.Hercilia.
    Vejo que continua igual a si própria,ou seja mais do mesmo.
    O tempo passou,a lengalenga ficou igual.
    Os 4 anos de desgoverno é que foram bons,não foram?
    Bem diz o povo:"o pior cego é o q não quer ver"

    ResponderEliminar
  4. Coitada desta Hercília. Tem duas "palas" e duas "orelhas". Mas sinta-se confortada porque não está só. Infelizmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, mas dispenso a sua companhia!


      Hercília Oliveira

      Eliminar
  5. Os interesses pessoais de cada um cegam as evidências e a verdade. Esquerdalha/comunistas ou fascismo/direita, serve de remesso quando se tenta esconder falta de argumentos sérios sobre algum assunto específico.
    Os sistemáticos governos desde a Revolução são medíocres e autênticos "homens do fraque", não conseguem intervir de forma eficaz/sustentada e planeada na nossa economia anémica, presa por interesses setoriais e lobys económicos nacionais e europeus.
    Num país endividado, com crescimento nulo e que possui uma máquina estatal pesada, não pode ter como prioridade repor ordenados de 1500 euros ou aumentar reformas, quando neste momento são precisos 2 trabalhadores para pagar um pensionista. No caso do metro de Lisboa, o dinheiro foi direcionado para a reposição dos cortes e de benefícios no mínimo estranhos, em detrimento da manutenção.
    Não gosto do discurso para os pobres, sou pobre mas não de espirito nem sou estúpido. Diminuir o IVA , apenas retirou receita e não influenciou os preços; aumentar impostos sobre o consumo não serviu para intervir nas prestações socias ( pelo contrário )nem para melhorar os serviços do SNS e escolas públicas ( falta de funcionários, problema no começo do ano letivo , mas ninguém reclamou este ANO ), contudo existe dinheiro para repor os encargos que envolve as 35h no setor público bem como ordenados de 1500 euros de pensionistas e funcionários públicos.

    Em 2002 começou-se a subir o IVA com a desculpa de haver necessidade de cobrir os custos de manutenção das SCUTS gratuitas, contudo os governantes não tiveram a decisão inversa quando as mesmas passaram a ser cobradas.
    Quero também opinar relativamente á fuga de cérebros nos nossos aeroportos, a verdade é que muitos dos doutorados possuem cursos desenquadrados com os tempos modernos, no meu local de trabalho a grande maioria é licenciada de filosofia, psicologia, ação/serviços sociais, recursos Humanos, sem qualquer experiência profissional por vezes aos 28 anos, não me admira nada de estarem atrás de um balcão a ganhar 530 euros.
    Somos um povo individualista e hipócrita.

    ResponderEliminar
  6. Este blogue é um instrumento para dar voz a mais gente e fazer da conversação pública mais plural. Não pode haver aqui uma tirania da maioria e que amputa a independência de juízo e que reprime opiniões diferentes.

    Deve haver argumentação construtiva , sem ataques pessoais ou censura.
    Obrigado

    ResponderEliminar
  7. Tanta gente contente, por ser tratada abaixo de cão!
    Sim..., porque hoje em dia tem mais valor respeito e protecção um cão, assim como um político, que um ser humano com todo o seu valor; os que o têm!

    Passem todos muito bem, e usufruam.

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar
  8. Nenhum dos "pensadores" que ficaram muito ofendidos, é capaz de ter um argumento ou exemplo que desminta o que acima cito.
    partem com é já habitual, para a agressão verbal que é o forte deste tipo de ofendidos.
    Escrevam lá alguma coisinha meus senhores...! E aproveitem para rebater o que aqui exponho!!
    Fico esperando com muita ansiedade... E mostrem lá a vossa coragem, valentia
    e argumentação capaz de me convencer que estou errada.
    Caso contrário, ficam mostrando a vossa cobardia .

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar
  9. O problema é que não há cobardia nenhuma. Há o desdém de perceber: que está por trás de tudo que escreve a imoralidade absoluta, de alguém que não passa de um troglodita...
    Inocêncio Matos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já cá faltava o Inocente!!!
      E espero que mostre a sua moralidade absoluta para eu comentar.
      Claro que não escreve! É mais um valentão simplesmente em insultos, mis nada.
      Eu tinha vergonha, de me prestar a um papel de personagem tão mesquinha e pequenina.
      Isto para não descer ao mesmo nível que o de alguns que por cá aparecem inclusive o Inocente, quando ofendem os seus fofinhos.
      Nisto sim, eu me orgulho de ser diferente.
      E como já dei demasiada importância a quem não a tem, podem continuar com a vossa linguagem de trapo, que não responderei mais.

      Hercília Oliveira

      Eliminar
  10. Os Castelhanos estão de volta, mas a "PADEIRA DE ALJUBARROTA", também.
    Não é por acaso que Portugal é a risota da Europa !!!
    E depois têmos outra particularidade; somos posseços de um falso orgulho do género: Temos um BARROSO, Portugal é o centro da Europa. Temos um GUTERRES, Portugal é o centro do Mundo.Temos um RONALDO Portugal é o centro do Mundo do futebol.
    Tirem a lã diante dos olhos. Todos esses Homens que referi e muitos outros que nem conhecidos são aí na Savana, chegaram e chegam a esses lugares por meio de MUITO TRABALHO e COMPETÈNCIA PROPRIA.
    O Mundo fora das fronteiras da Savana, não passa Carta Branca a "lambe botas ou engraixadores".
    Já agora ÓH! Padeira de Aljubarrota, deixe de Jogar ao D. Quixote de la Mancha.
    Satisfaça-se da sua Missão de Padeira...!!!
    Enforne esses esses moinhos de vento, castelhanos...!!!
    Nelson Fernandes
    11.10.16

    ResponderEliminar