14/08/2016

Combate aos incêndios



A Força Aérea esclareceu em comunicado que “não possui meios aéreos que permitam a realização de missões de combate a incêndios".

O ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, afirmou que seria "inevitável que a Força Aérea venha a ter capacidade de combater fogos florestais", mas lembrou que, de momento, a Força Aérea não tem nem aviões nem helicópteros com capacidade para o fazer.

De que é que estão à espera? O pais tem muito a ganhar com essa operacionalidade. Ou vai acontecer,como diz Marcelo Rebelo de Sousa , daqui a uns dias ninguém fala em incêndios.

É urgente que o governo de António Costa torne a possibilidade de meios necessários ao combate aos incêndios e, não volte a acontecer, este cenário dantesco,horroroso, assustador e espantoso.

Gasta-se tanto dinheiro em tanta coisa desnecessária ou não prioritária! Está na hora, de uma vez por todas, Portugal ter meios de combate aos incêndios.

Estou cansado de ver que os incêndios só se extinguem e desaparecem quando o tempo muda. Espero bem que chova para acabar com esta calamidade.

JJ

Sem comentários:

Enviar um comentário