02/08/2016

Artigo de opinião de Joaquim Jorge no PÚBLICO


Artigo de opinião no jornal Público. Uma reflexão da minha acção cívica e processo-crime movido pelo presidente da CM Gaia.

OPINIÃO

Valerá a pena criticar?

Seria mais cómodo nada fazer e dizer, mas ser “livre” é uma opção política.

3 comentários:

  1. CONSIDERADO AMIGO JOAQUIM JORGE
    Se vale a pena o seu trabalho, se não vale está tudo mal!
    Joaquim Jorge acredita, como eu, que um dia as coisas vão mudar, e aí sim, seu trabalho valerá a pena
    Devemos sempre lutar e acreditar que um dia, tudo vai mudar.
    Haverá Democracia, liberdade de expressão e opinião.
    A liberdade de expressar aquilo em que acreditamos, as nossas opiniões e o nosso entendimento da sociedade em que estamos inseridos está no cerne do que é mais maravilhoso no ser humano.
    Negar ás pessoas este direito, seja de que forma for, é sempre um acto que esmaga, que reduz e que desumaniza. Nem todos nós partilhamos sempre as mesmas opiniões
    Mas nenhuma critica de ideias, opiniões pode jamais ser considerada difamação,
    Todos nós te mos direito á liberdade de opinião e de expressão, o que implica de não ser inquietado pelas opiniões e o procurar informar e denunciar protestar com a sua opinião por qualquer meio.
    A liberdade de opinião e expressão, é um dos direitos cívicos, políticos, são direitos básicos, que se encontram formulados em todos os instrumentos dos direitos humanos e também um direito constitutivo de um sistema democrático.
    Teno a decorrer no Tribunal de Matosinhos também um processo por difamação, mais uma calunia, ofensiva á minha honra, á minha maneira de estar na vida, e á minha dignidade.
    Processo instaurado por Carlos Oliveira, presidente do Leixões S.C. proibido de exercer funções desportivas pelo Tribunal. Este senhor, que está indiciado em actos de corrupção, sobre a suspeita de manipular resultados de jogos, tenta suprimir a minha liberdade de expressão e opinião.
    Este senhor Carlos Oliveira pretende intimidar, silenciar-me e ameaçar aqueles que criticam os seus actos e a sua gestão desastrosa no Clube.
    Há mo meu espirito uma janela que conservo aberta de par em par.Pela qual contemplo a minha vida.
    Não tenho medo das correntes de ar, porem, costumo trancá~las em dias de vendaval.
    NEU CARO JOAQUIN JORGE
    continue com a sua essência de liberdade, porque vale a pena, ou seja tem valido a pena. e faço votos para continuar a semear o trigo do seu espirito, mesmo com o seu esforço de lutar por uma sociedade melhor e mais justa,
    UM ABRAÇO APERTADO DESTE SEU AMIGO
    Jorge Carvalho

    ResponderEliminar
  2. Guilherme Medeiros Guedes Vale sempre a pena. Pensar em desistir é que não. Um abraço de apoio mesmo discordando algumas vezes.
    Não gosto · Responder · 1 · 5 h
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Discordar é salutar. Eu nao quero que as pessoas estejam de acordo comigo. Quero que pensem : ). Eu também nem sempre estou de acordo contigo Guilherme Medeiros Guedes
    Gosto · Responder · 4 h · Editado
    Pedra Azul
    Pedra Azul Sei perfeitamente que não é pessoa de desistir ou mentir. Força!
    Gosto · Responder · 4 h
    Claudia Bernardo
    Claudia Bernardo Joaquim Joaquim Jorge nunca um guerreiro desiste seja do que for, a única coisa que pode fazer é recolher-se para pensar melhor na estratégia de ataque. Enquanto pessoas como você e outras por cá andarem a coisa ainda se vai equilibrando, o mal da soci...Ver mais
    Não gosto · Responder · 1 · 4 h · Editado
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Excelente comentário amiga Cláudia Bernardo. Vá lá que ainda há jornais livres : )
    Gosto · Responder · 1 · 4 h
    Claudia Bernardo
    Claudia Bernardo Graças a Deus, e que assim continue. Mas lá está, para existir jornais livres têm que existir pessoas como Joaquim Jorge, acima de tudo correctas e muito corajosas, é preciso muita coragem para ser contra o que está mal. A cobardia está a tomar conta dos portugueses quando nós éramos cheios de audácia.
    Não gosto · Responder · 1 · 4 h
    Joaquim Jorge

    Escreve uma resposta...
    Escolher ficheiro
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge O problema Cláudia , no que diz é bem verdade , mas as pessoas estão sempre à espera de migalhas: um emprego melhor. Em realção á cobardia tem que ver com medo. Eu não tenho medo ...
    Gosto · Responder · 1 · 3 h
    Claudia Bernardo
    Claudia Bernardo Já somos dois, também não tenho medo e odeio migalhas☺️, beijinhos grande para si����
    Gosto · Responder · 3 h
    Joaquim Jorge

    Escreve uma resposta...
    Escolher ficheiro
    Antonio Silva
    Antonio Silva Meu caro Joaquim Jorge há muitos anos que não vou aos debates promovidos pelo Clube dos Pensadores.
    Não o vou há muitos anos, por razoes de saúde (mobilidade reduzida) e também porque a condução do programa (talvez pelo tipo de programa) deixou ao temp...Ver mais

    Valerá a pena criticar?
    Seria mais cómodo nada fazer e dizer, mas ser “livre” é uma opção política.
    PUBLICO.PT
    Não gosto · Responder · Eliminar pré-visualização · 2 · 3 h
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Vou tomar nota da sua sugestão. Obrigado.
    Gosto · Responder · 3 h
    Vitor Martins
    Vitor Martins Amigo Joaquim Jorge à espera que baixe os braços estão aqueles que o tentam silenciar, pois o simples mortal tem o direito de se exprimir, a isso chama-se Democracia.
    Com certeza que os cidadãos atentos estarão do seu lado em qualquer circunstância.
    Abraço
    Não gosto · Responder · 2 · 3 h
    Hercilia Oliveira
    Hercilia Oliveira Criticar, SEMPRE!! Se mesmo criticando "Eles" fazem o que fazem, se não houvessem criticas até o país já teria sido "vendido" por meia dúzia de euros!
    Não gosto · Responder · 2 · 2 h
    Elisete Marques
    Elisete Marques Nunca desistir, meu amigo. Reflicta e, continue a sua luta. Abraço.
    Não gosto · Responder · 1 · 2 h
    José Lira Lira
    José Lira Lira E seguir em frente JJ E LUME NOS MALFEITORES NAO FAZEM CA NADA NO INFERNO SIM É O LUGAR DELES.
    Não gosto · Responder · 1 · 1 h
    Gonçalo Cardoso
    Gonçalo Cardoso Blá blá blá... mais um texto pseudo-inteligente sem conteúdo.
    Gosto · Responder · 1 h
    Natalia Pinto
    Natalia Pinto Excelente artigo... claro que vale sempre a pena criticar e, nunca baixar os braços! Era bom que houvessem mais pessoas a pensar assim como o Joaquim Jorge! Força :-)
    Não gosto · Responder · 1 · 41 min
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Obrigado Natália
    Gosto · Responder · 1 · 4 min
    Natalia Pinto
    Natalia Pinto Não é para agradecer. É para pensar e ir sempre em frente! :-)
    Não gosto · Responder · 1 · 3 min
    Joaquim Jorge

    Escreve uma resposta...

    ResponderEliminar


  3. Escolher ficheiro
    Jorge Carvalho
    Jorge Carvalho CONSIDERADO AMIGO JOAQUIM JORGE
    Se vale a pena o seu trabalho, se não vale está tudo mal!
    Joaquim Jorge acredita, como eu, que um dia as coisas vão mudar, e aí sim, seu trabalho valerá a pena
    Devemos sempre lutar e acreditar que um dia, tudo vai mudar.
    Haverá Democracia, liberdade de expressão e opinião.
    A liberdade de expressar aquilo em que acreditamos, as nossas opiniões e o nosso entendimento da sociedade em que estamos inseridos está no cerne do que é mais maravilhoso no ser humano.
    Negar ás pessoas este direito, seja de que forma for, é sempre um acto que esmaga, que reduz e que desumaniza. Nem todos nós partilhamos sempre as mesmas opiniões
    Mas nenhuma critica de ideias, opiniões pode jamais ser considerada difamação,
    Todos nós temos direito á liberdade de opinião e de expressão, o que implica de não ser inquietado pelas opiniões e o procurar informar e denunciar protestar com a sua opinião por qualquer meio.
    A liberdade de opinião e expressão, é um dos direitos cívicos, políticos, são direitos básicos, que se encontram formulados em todos os instrumentos dos direitos humanos e também um direito constitutivo de um sistema democrático.
    Tenho a decorrer no Tribunal de Matosinhos também um processo por difamação, mais uma calunia, ofensiva á minha honra, á minha maneira de estar na vida, e á minha dignidade.
    Processo instaurado por Carlos Oliveira, presidente do Leixões S.C. proibido de exercer funções desportivas pelo Tribunal. Este senhor, que está indiciado em actos de corrupção, sobre a suspeita de manipular resultados de jogos, tenta suprimir a minha liberdade de expressão e opinião.
    Este senhor Carlos Oliveira pretende intimidar, silenciar-me e ameaçar aqueles que criticam os seus actos e a sua gestão desastrosa no Clube.
    Há mo meu espirito uma janela que conservo aberta de par em par.Pela qual contemplo a minha vida.
    Não tenho medo das correntes de ar, porem, costumo trancá~las em dias de vendaval.
    MEU CARO JOAQUIN JORGE
    continue com a sua essência de liberdade, porque vale a pena, ou seja tem valido a pena. e faço votos para continuar a semear o trigo do seu espirito, mesmo com o seu esforço de lutar por uma sociedade melhor e mais justa,
    UM ABRAÇO APERTADO DESTE SEU AMIGO
    Jorge Carvalho
    Não gosto · Responder · 2 · 28 min
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Comovente e gratificante o seu excepcional texto, amigo Jorge Carvalho

    ResponderEliminar