13/08/2016

A política na Suécia


Ministra da Educação na Suécia demite-se por ter sido apanhada a guiar com álcool.
Segundo a Lusa, Aida Hadzialic anunciou, há uns dias, quando regressava de um concerto, foi submetida a um teste de álcool que confirmou que tinha 0,2 miligramas de álcool no sangue, a quantidade mínima que na Suécia se considera delito.

Disse que : "decidiu pegar no carro porque acreditava que já não estava sob o efeito do álcool". Apesar de profundamente arrependida e furiosa consigo própria, demitiu-se.

Na Suécia o sentido público e o rigor com a causa pública não permitem tibiezas ou mal entendidos.

Em Portugal uma atitude destas seria impensável na maioria dos nossos políticos . Há algumas excepções. Recordo-me neste governo de António Costa João Soares se demitir, por usar uma linguagem metafórica para com jornalistas. O rigor público em Portugal nada tem que ver com a Suécia.

JJ

Sem comentários:

Enviar um comentário