20/07/2016

Matosinhos


Hoje é mesmo um dia tórrido em Matosinhos, apesar da brisa marítima.
Numa jogada de antecipação, Narciso Miranda mostrou disponibilidade para ser, de novo candidato.
Tem todo o direito de o ser, apesar de, ter um passado bom outro menos bom.
Todavia ainda falta muito tempo para as eleições autárquicas : mais de um ano, serão em Setembro de 2017.
Vamos respeitar os problemas de saúde de Guilherme Pinto, o ainda presidente da autarquia. Com a limitação de mandatos tem que sair. Com calma e serenidade Matosinhos há-de encontrar saída para mais este imbróglio.
O PS vai andar às turras, o PSD a sua expressão em Matosinhos não é grande, o surgir uma candidatura independente vai baralhar as contas todas.
Mas há um dado novo. Nas eleições em Matosinhos estará tudo em aberto, desta vez. Uma coisa é uma eleição em que na disputa, concorre um dos candidatos que é poder ( presidente de câmara ) . Outra coisa,bem diferente, é uma disputa em que qualquer candidato não faz parte do poder. No fundo, partem todos em igualdade de circunstâncias.

Sem comentários:

Enviar um comentário