15/07/2016

Joaquim Jorge a receber a medalha e sem discurso





Momento gentilmente cedido por João Elísio Carvalho quando recebi a medalha. Muita gente me questionou porque não fiz uma pequena intervenção. Todavia dizer obrigado tem a força da sua simplicidade e é marcante. Por outro lado, todos tinham feito discursos e já ninguém ouvia nada. Quando falo gosto que me ouçam , por isso sou sintético e evito maçar. Obrigado a António Mendes , pela sua amizade e por me dar esta "medalha de honra dourada".  

Sem comentários:

Enviar um comentário