02/04/2016

SIMPLESMENTE


Apetece-me
estar assim
como se fosse
uma manhã sem fim…

Não ter horas
para levantar,
não ter horas
para trabalhar.

Deixar o corpo
falar…
Deixar o corpo
sentir…
Deixar o sol
espreitar…
E simplesmente
sorrir!!

Paula Laranjo in “Essência da Alma” – 2015

Sem comentários:

Enviar um comentário