01/04/2016

Estejam quietinhos




Isabel Coutinho 
Parece-me que houve hoje votação sobre a posição da AR Portuguesa a condenação de 17 activistas angolanos em Angola.
 Em texto do PS (desconheço conteúdo), que resultou: 
Contra: PSD/CDS/PCP
A favor: PS/BE/ PEV/PAN

e votação num texto do BE (desconheço conteúdo), que resultou:

Contra: PSD/CDS/PCP
Abstenção: PS
A favor: BE, PEV, PAN e 17 deputados socialistas. 
BE e camaradas afins, estejam quietinhos.
Há mais em Angola com que se preocuparem no que concerne à violação dos Direitos Humanos e violação da Constituição que Angola se rege!? Que vocês até o sabem, mas é mais fácil dar nas vistas e ter o vosso tempo de antena, que optam por pôr o dedo na ferida mais aberta ao exterior.
O PS como actual governante, absteve-se, é preciso manter o lado diplomático, mas manda a mensagem por outra voz
"O Presidente da Assembleia da República de Portugal, Ferro Rodrigues, enviou uma mensagem ao Parlamento angolano em que disse querer maior proximidade com Angola. Quem o garante é o órgão oficial do regime, o Jornal de Angola. Tudo no dia em que o Parlamento português debate a questão dos activistas condenados. Assim se vê que, como no tempo de Jaime Gama, o PS continua a querer liderar o ranking dos que mais bajulam o regime de Eduardo dos Santos."
O PCP sabe o que faz, porque reconhece-se na postura do Regime Angolano. 
Mais não digo, mete-me nojo a forma como Portugal ficou escravo, subserviente a Angola.
...e cada vez mais se afunda no próprio buraco.

Sempre disposta
(bem ou mal)
Isabel Coutinho

1 comentário:

  1. Tema de muito interesse para quem segue o destino de Angola e gosta de história contemporânea. Uma outra visão para quem não viu o outro lado da trincheira.
    Recomendo seguir: http://retalhosdeumtestemunho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar