26/11/2015

O EMBUSTEIRO QUE DE DERROTADO SE FEZ VENCEDOR...



Hercília Oliveira
António Costa ficará na história; ficará sim, mas por ter sido o derrotado que não aceitando a derrota, criou um embuste para conseguir sair vencedor.
Ficará portanto, conhecido como o grande embusteiro da história da dita democracia portuguesa.
É evidente, que isso não o afecta nada, pois se os embusteiros fossem pessoas que jogam limpo, não seriam embusteiros!
Para Costa, o que lhe interessa, é que conseguiu salvar a face e sair vencedor perante o partido, porque é isso mesmo o que lhe interessa.
O país..., bom, o país não interessa nada; se fosse o país o que o preocupava, teria feito o que o PSD sempre fez: deixar passar e deixar governar o  partido (PS) que não tendo maioria, recorria ao apoio do PSD.
Só que Costa queria mais..., muito mais!
Costa queria  ser Primeiro Ministro!
Costa, depois de ter enxotado António José Seguro ( são assim as suas vitórias...), acabou  por se convencer que a sua eleição a PM, eram favas contadas.
E, na verdade, a história mostrava, que sempre que a direita foi tentar amenizar o caos que o PS deixa, conta com o desgaste que isso implica e sabe que o povo esquecendo  rápido o causador, se vira contra o que tenta solucionar como sendo o algoz que impõe a inevitável austeridade.
Costa nem se esforçou muito para os debates; não precisava..., era só partir para o ataque e foi isso que fez.
Ora, depois de tudo isto, perder...,era para ele insuportável.
Tão insuportável..., que nem hesitou em se socorrer da única "tábua de salvação": a extrema esquerda. A extrema esquerda que sempre combateu ferozmente e que ferozmente o combateu  nas ultimas eleições.
Por sua vez, a extrema esquerda, que nunca teve nem voltará a ter..., oportunidade de ser vedeta e derrotar a direita que odeia, entra no embuste e é assim a outra embusteira da história.
Há quem fique na história por factos, feitos e condutas, que são de tal maneira importantes para o seu país e muitas vezes para o mundo em geral, que serão sempre referidos e lembrados com respeito e admiração.
Os embusteiros..., esses, serão lembrados pelos piores  motivos e geralmente olhados com desprezo.



6 comentários:

  1. Está totalmente enganada, e só destila ódio. Não sou do PS mas António Costa derrubou um muro que PSD/CDS e PS tinha construído ao longo de 40 anos de partilha de poder entre si, não dando voz aos outros portugueses.Se PSD/CDS tivesse formado governo não permitia que a voz 2,8 milhões em 4,7 milhões de votantes tivessem voz. O que António Costa está a fazer é restaurar a democracia no parlamento,e espero que daqui para a frente a democracia se fortaleça, não permitindo mais maiorias de nenhum parlamento; não é democracia quando 51% impõe a 49% uma ditadura, é preciso negociar. O PSD e o CDS com estes dirigentes , não respeita a democracia, Passos Coelho, Paulo Portas e Cavaco Silva não respeitam a democracia, a República a independência nacional, Portugal e os portugueses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só vos dou quatro anos de vida govermental de esquerda porque nas próximas eleições o povo não vai ser burro de dar minoria ao psd vai dar maioria absoluta para não voltar a acontecer isto, vai-vos sair o tiro pela colatra.

      Eliminar
  2. Penso que ao falar em embusteiros está concerteza a falar de Passos Coelho e Aníbal Cavaco Silva. Estes sim são embusteiros em toda a linha... porque do hipócrita do irreversível se não fossem as muletas andava de rasto.
    Aconselho-a a ler o Prefácio do Presidente da República livro de intervenções "Roteiros Vlll" e aí fica a perceber de que lado estão os embusteiros. (Se não souber onde o encontrar terei muito gosto em informá-la onde adquiri-lo).
    Fracos seriam aqueles que depois de terem forma de correr com quem tanto mal fez a classe trabalhadora, não o fizessem. Mas não só, enganar mesmo os seus eleitores com manipulações constantes através deste jornalismo pago a preço de oiro, para dizer que tudo está bem onde todos sabem que está mal. Vejamos os milhões que deviam estar pagos às farmácias e não estão. Só isto dá para o défice bater no fundo... É melhor manter as PPP porque isso sim dá dinheiro mas para os bolsos dos compadrios. Olhemos quem clama por justiça no BES são os que mirraram uma vida inteira para ter um final de vida com qualidade, e em vez disso andam a tomar calmantes, para sobreviverem. É desta gentalha que o país precisa? Tenho dúvidas!
    Já agora espero que tenha ouvido com alguma atenção os comentários de Marcelo Rebelo de Sousa e Marques Mendes, e outros. Isto para não falar no Pacheco Pereira.
    Por incrível que pareça até eles estão desacreditados, aliás, sigla de todos os mentirosos...

    ResponderEliminar
  3. Politiquices á parte e chauvinismos de cor partidárias , irá haver posse de mais 17 ministros e 41 secretários de estado !!! Um País tão pequeno de território, população e de mentalidade é um absurdo ser necessário tanta gentinha a governarem-se e para deixarem tudo igual ou pior !
    A casa de Presidência irá continuar com os seus 500 funcionários a bajularem os próximos inquilinos e a gastar também um autêntico Euromilhões todos os anos.
    Exemplos destes são o espelho do seu povo e economia, somos um País de Burgueses falidos.

    Os nossos políticos atiram para o ar números sem explicar como se chega a esses mesmos números e quais os riscos eminentes com as escolhas políticas, o Parlamento parece uma Boate onde mandam "bocas" uns aos outros como fazem as "P" , são uma imagem degradante da nossa sociedade .

    ResponderEliminar
  4. Eu tive a oportunidade de conhecer o sr. Antonio Costa, mas a carreira política dele esta a ser a tirar o secretário de estado do PS de se candidatar a primeiro ministro e de tirar outro primeiro ministro do poder.

    ResponderEliminar