06/11/2015

Francisco Assis



Francisco Assis é um homem que sabe estar, educado e culto.  Foi líder parlamentar do PS  quando José Sócrates era primeiro-ministro. Seguidamente, António Costa não quis avançar, logo, contra António José Seguro.  Francisco Assis agregou numa amálgama de gente, que não se revia em António José Seguro, mas também seus seguidores e muitos socráticos. 

Perdeu para a liderança do PS , com António José Seguro mas manteve uma postura acima de tricas, querelas e ataques pessoais. Por essa altura esteve no Clube dos Pensadores , e nem única vez teve palavras menos correctas para com António José Seguro.

Venceu as eleições europeias contra Paulo Rangel e afastou-se de António Costa, quando este assumiu a liderança apeando António  José Seguro. Esperou por esta situação intrincada  no PS e marca uma posição em que cavalga os apoiantes seguristas e toma esse espaço.

Francisco Assis faz parte da ala social-democrata do PS e tem muita mais afinidades com a ala social-democrata do PSD do que com o BE ou PCP.

Em Portugal há um eleitorado heterogéneo da classe média, e não só, que tem uma matriz social e de serviço público que abrange um eleitorado de um PSD genuíno e entra num PS até ao centro.

Isto é, há gente que é social-democrata na linha de Olof Palme ou  Helmut Schmidt que pode votar no PSD como pode votar no PS dependendo de quem esteja a liderar.

Aqui mais perto tínhamos Felipe González ou o próprio Mário Soares dos velhos tempos. Para não falar do carismático e único  Sá Carneiro.

Francisco Assis com esta tomada de posição, sobre o direito de tendência dentro do PS,  na busca de uma alternativa pode salvar o PS mas também uma ideia de social-democracia que se tinha transformado em liberalismo.

Como António Costa surpreendeu os portugueses com a sua postura também Francisco Assis também surpreendeu os portugueses com esta atitude e comportamento.

Francisco Assis é um homem de pontes e não de paredes.

JJ

1 comentário:

  1. no FB

    ....

    Antonio Cunha Promover o partido através dos adversa´rios políticos é uma estratégia dos FRACOS! caro Joaquim Jorge!
    Gosto · Responder · 4 h
    Joaquim Jorge
    Joaquim Jorge Respeita a opinião dos outros , como socialista que és e te dizes democrata. Nunca lês até ao fim o que escrevo. Há muita gente que votou PSD e não se revê nesta austeridade excessiva. Acha que as coisas deveriam ser mais doseadas .
    Gosto · Responder · 2 · 4 h
    Antonio Cunha
    Antonio Cunha Caro Joaquim Jorge o PSD não tinha que ser influenciado pela Direita de duvidoso comportamento moral e ético!
    Gosto · Responder · 4 h
    Manuel Moreira
    Manuel Moreira Colocou o PS na Praça Publica com afirmações que geram desconfiança entre os seus camaradas, desculpem o erro, para Francisco Assis não se aplica o termo camarada, mas sim companheiro, ele representa a extrema direita do PS, por tudo isto, devia pedir desculpas publicas a todos os que votaram na esquerda.
    Gosto · Responder · 2 · 4 h
    Manuel Barbosa
    Manuel Barbosa O camarada Assis é um dos melhores de todos os Socialistas! Ele como milhares de outros camaradas preferimos uma solução em que a direita fique dependente do PS a uma outra em que o PS se torne refém dos grupelhos de "esquerda"!
    Gosto · Responder · 3 h
    Joaquim Jorge

    Escreve uma resposta...
    Escolher ficheiro
    Daniel Braga
    Daniel Braga E o PS influenciado por uma Esquerda (extrema) ultrapassada, anti.europeísta e que se vale da austeridade para enganar meio mundo. Mas quando lá chegarem verão como as realidades doem e que sem a ajuda exterior não vamos a lado nenhum, pois as ajuda...Ver mais
    Gosto · Responder · 1 · 4 h · Editado
    Manuel Barbosa
    Manuel Barbosa Excelente comentário o teu! Corresponde totalmente à Verdade! Assis é sem a mínima dúvida um dos melhores de todos nós!
    Não gosto · Responder · 1 · 3 h
    Joaquim Torres
    Joaquim Torres O Assis não quer uma coligação com a direita, não quer uma coligação com a esquerda, quer um PS de oposição....para mais abstenções violentas....
    Não gosto · Responder · 1 · 3 h
    Jerónimo Silva
    Jerónimo Silva Gosto da apreciação mas não concordo com o posicionamento do Assis nem a forma. Portugal precisa de diferença e não do mesmo de sempre. O costa a meu ver não vai fazer a diferença mas está a gerar a oportunidade

    ResponderEliminar