27/09/2015

VW



O escândalo da Volkswagen , para além da fraude do controle de emissões nos EUA , pode ter sido feita  na Europa.
Um motor a diesel emite menos  CO2 ( dióxido de carbono ) que um motor a gasolina , logo contribui menos para o aquecimento global. Todavia dispersa mais partículas de NO2 ( óxido de nitrogénio ) mais contaminantes , responsáveis pela poluição e problemas de saúde.

Esta fraude em 11 milhões de automóveis , implicará 18.000 milhões de dólares de prejuízo entre multas, revisões , denúncias para a VW.  Será um rombo nas suas contas e para o futuro.

Mas há algo mais importante: a imagem da marca alemã e da própria Alemanha. 

A pseudo-superioridade alemã, de gente séria, certa e capaz cai por terra. Esta fraude no software, que pretendia tirar vantagens para a VW, nesta guerra económica e comercial, é digna dos piores  países sul-americanos.

O Mundo ficou em estado de choque e a senhora Merkel em maus lençóis.

JJ

4 comentários:

  1. Sobre combustíveis e poluição, se aplicassem essas idéias (https://youtu.be/WU1sfBpYznM) , tudo se resolveria, mas como sempre o sentimento ganância fala mais alto, e tudo para tentar sentir o sentimento felicidade. "Enquanto houver o sentimento ganância, não poderemos evoluir como humanos" (Tiago Horwarth).

    ResponderEliminar
  2. A culpa e' do Syriza. Para evitar e fugir de um Estado de esquerda, acumula-se muita riqueza. Nem que seja a' custa de falcatruas. Por isso, PPC viu um bom sitio, aonde se encostar, a forte germanica.

    ResponderEliminar
  3. Pelo menos, os alemaes, roubam para eles. Nao sao como os portugueses, que roubam para os outros. Mas ser desonesto e ganacioso, tem o efeito boomerang. Volta sempre pra nos. A nao ser, claro, que seja com uma Justica a' portuguesa. Ai, na pasa nada.

    ResponderEliminar
  4. Muito bem caro JJ. Tens toda a razão. Agora Imagine-se se fosse uma empresa Portuguesa a fazer esta fraude o que não seria.

    Mas é apenas mais um exemplo do que a ganância provida pode fazer. De facto é muito mais eficaz e competitiva que o setor público.

    ResponderEliminar