07/08/2015

SONDAGEM : PSD/CDS e PS praticamente empatados


foto do Expresso

Segundo noticia de hoje no Expresso  online, apenas 1,5% de intenções de voto separam agora PS da coligação Portugal à Frente, com os socialistas a perderem quatro décimas em relação ao mês passado (agora estão nos 36,3%), e a aliança Portugal À Frente (com 34,8%), a recuperar duas décimas.

O barómetro mensal da Eurosondagem para o Expresso e a SIC traz ainda más notícias para CDU, PDR (o partido de Marinho e Pinto) e Livre/Tempo de Avançar: todos perdem duas décimas. Só o Bloco de Esquerda acrescenta (poucos) votos (0,2 pontos) em relação a Julho.

Será que o PSD/CDS apesar de uma austeridade férrea e sem limite vai vencer as eleições de 4 de Outubro? Porque será que isto pode acontecer? O PS não descola nas sondagens devido a José Sócrates? Ou António Costa não é assim tanto, o líder carismático que o PS precisava nesta fase? A sombra de António José Seguro paira no PS? 

Não me parece que o PS esteja a remar todo para o mesmo lado. O PS tem uma  dor de cabeça - as legislativas -, as listas de deputados deixou bem vincado uma clivagem entre a facção de António Costa e a facção de António José Seguro interpretada por Álvaro Beleza. Depois o dossier presidenciais mostra um PS que não sabe que fazer e para onde se virar. Tem Sampaio da Nóvoa e a  Maria de Belém está já aí. 

Tudo faria prever que António Costa teria a red carpet para S.Bento mas a realidade está a baralhar as previsões. 

Os portugueses não acreditam nos políticos. Pedro Passos Coelho mentiu imenso e fez o contrário do que prometeu. António Costa está conotado com o pior do PS , apesar de eu achar que é bem melhor.

Todavia a escolha é simples . Os portugueses votam sempre no mal menor. Entre a coligação que já conhecem e o PS parece que se vão decidir por Pedro Passos Coelho. Quem diria? Cada dia que passa começa-se a cimentar a ideia que há tempos seria inverosímil. A coligação PSD/CDS vencer as próximas eleições. 

Lá em sua casa recatado está António José Seguro a rir-se baixinho e a pensar para si: não me quiserem agora amolem ; achavam que António Costa era melhor do que eu agora aguentem. 

Se o PS perde as próximas eleições haverá com certeza um terramoto político para os socialistas. Alguns a pensarem ser ministros , com entrada de leão e saída de sendeiro.

Como diz o provérbio: « o último a rir é o que ri melhor». A coligação tem sabido ter paciência, e diria, agir com alguma sabedoria para vencer de novo. O PS não tem sido prudente e antecipou-se em aplausos , por vezes zombando do PSD pensando que seriam favas contadas.

Mas a coisa está renhida.

JJ

1 comentário:

  1. Não me admirará nada, se a coligação ganhar ao PS!
    É que o PS de Costa, por culpa dele mesmo, e não só...,é do mais fraquinho e parvinho, que até hoje esta dita democracia teve.
    E é também, uma pequena prova, de que os portugueses já estão aprendendo e compreendendo..., o que realmente é o socialismo.
    Também..., demoraram 40 anos; mas com todos os "bons" exemplos que têm dado pelos países onde deixam a marca...!!!

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar