26/05/2015

Sessão do livro Pedagogia Cívica em palavras



Apresentação de Pedagogia Cívica com um ticker de cidadania
Foi uma cerimónia simples e sem debate aberto ao público. Mas quem esteve presente tirou um ticker de cidadania. O livro pedagogia cívica tem prefácio de Marcelo Rebelo de Sousa e posfácio de Rui Moreira.
A sessão iniciou-se com o agradecimento da Chiado Editora por Luís Pires à Ministra e ao seu autor Joaquim Jorge pelo seu trabalho.De seguida,falou a Ministra da Justiça Paula Teixeira da Cruz que  apresentou a obra ; António Tavares Provedor da SCMP; Abel Guedes em nome do Clube e toda a gente que apoia o Clube ; Pedro Miguel filho de Joaquim Jorge em nome da juventude; Joaquim Jorge , fundador do Clube dos Pensadores.A Ministra da Justiça Paula Teixeira da Cruz começou por dizer que se sentia em casa, uma vez que já é a 3.ª vez que está no Clube dos Pensadores e por dizer que era uma honra apresentar o livro de Joaquim Jorge, pessoa que tanto admira por toda a sua obra:quer o livro, quer o Clube dos Pensadores, quer o blogue. Tudo isto é a "reflexão da reflexão"..O autor que não desiste  em tempo de indiferença, que pensa na democracia, propõe soluções, abriu vários espaços de debate.
O livro é um murro no estômago aos intolerantes e à degradação do sistema político e é bom alguém reflectir como Joaquim Jorge.
O livro reflecte vários temas e o seu autor é um provocador por excelência. Não hesita na provocação...
- estou farto ; não tenho pachorra para aturar determinadas pessoas, somos um país de pindéricos, não sou hipócrita, não tolero novos ricos intelectuais, não tenho paciência para alguns políticos, não suporto a maldade e as injúrias.
Aponta o dedo ao que tem corroído a democracia! O deslumbramento por um cargo que deve ser encarado como missão!
Pensar tornou-se um exercício muito árduo. A crise de identidade da Europa e a transparência política.
O autor revela que tem uma especial sensibilidade sobre o abandono e os maus tratos aos animais.
Evoca Martin Luther.King "O silêncio dos bons" é péssimo. O consumismo fez-nos pôr de lado os valores. A falta de sensibilidade e de vergonha em mostrar o que se tem e o que se ganha.
É muito raro a reflexão como se faz no Clube dos Pensadores diz Paula Teixeira da Cruz.
É fundamental prestar contas à sociedade e os políticos devem dar o exemplo pois o exercício de cargos públicos implicam uma responsabilidade. Há uma desilusão geral! As pessoa estão saturadas de injustiça e corrupção mas não nos podemos render, não baixar os braços! É tão fácil criticar sem apresentar soluções! O futuro passa pela cidadania. Ao ler o livro a ministra diz que fica com muito gosto mas ao mesmo tempo com muita preocupação e alguma amargura porque há poucas pessoas como Joaquim Jorge. Importa ler Pedagogia Cívica. É uma obra rara e pede a Joaquim Jorge para não se demitir de intervir porque perderíamos todos!!!
O provedor da SCMP,  António Tavares diz que o livro e o autor estão bem um para o outro e que o sintetiza em 2 artigos: democracia e ideias.
Diz muito do que é o seu autor e evidencia grande preocupação social. É um livro de causas! Estamos numa sociedade cruel e Joaquim Jorge desperta a nossa consciência. Esta sala cheia demonstra que é possível pôr as pessoas a falar.
Abel Guedes disse que o Clube dos Pensadores é grande em tudo. Tem a honra de ser amigo de Joaquim Jorge e sublinha que o CdP é um espaço gerido e inventado por Joaquim Jorge, sua família e por algumas (poucas) ajudas. Diz também que toda a organização do Clube é fruto do trabalho de JJ, que deve ser acarinhado por todos e que é necessário ajudar a dar continuidade ao que faz.
Pedro Miguel (filho de Joaquim Jorge) fez questão de expressar o orgulho que tem no pai, no seu trabalho e agradecer a todas as pessoas que têm vontade de saber e de aprender.
 No final Joaquim Jorge disse que nutre uma admiração por Paula Teixeira da Cruz, pela sua persistência na luta contra a adversidade. Por ser uma mulher distinta que representa um ministério problemático e por a considerar uma dos melhores ministros do governo.´
Joaquim Jorge falou um pouco de si e do seu livro, dizendo que faz "voluntariado social"!


Maria João
Faz tudo isto com paixão e entusiasmo. Gosta de fazer o Clube dos Pensadores, tem jeito para fazer debates e sem pensar em dinheiro sente-se imensamente rico. Afortunado e feliz pela aprendizagem que tem feito e vivido.Afirma que está na hora de mudar de protagonistas, as noticias são sempre as mesmas e responsabilizar os cargos políticos, porque a culpa nunca é de ninguém! Por fim, não deixou de salientar o excelente trabalho realizado por António Tavares , provedor da SCMP.
Estiveram nesta cerimónia que teve mais de 200 pessoas, Narciso Miranda , Mercês Ferreira , vereadora da CM Gaia, Mónica Gonçalves directora do Hotel Holiday Inn, entre outros.

1 comentário:

  1. Pela descrição feita pela Maria João, foi, como já se esperava..., uma noite inesquecível!!
    Tive muita pena de não poder estar presente nesta noite, mas ás vezes..., mesmo querendo muito, não é possível!

    Parabéns ao Clube dos Pensadores, que é o mesmo que os dar ao Joaquim Jorge.

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar