26/04/2015

Matosinhos: comemorações do 25 de Abril



O 25 de Abril foi uma revolução, denominada por alguns, Revolução dos Cravos, que refere-se a um período da história de Portugal resultante de um movimento social, ocorrido a 25 de Abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo. Nessa data, iniciou-se um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático. Esta data é nacional que não está confinada a Matosinhos mas a todo o Portugal.
As comemorações do 41.º aniversário do 25 de Abril em Matosinhos foram celebradas com o reconhecimento de um conjunto de doze cidadãos que têm contribuído para afirmar a cidade no contexto nacional e internacional!
A lista dos matosinhenses agraciados pela CM Matosinhos:  Ana Luísa Amaral ( escritora), João Luís Barreto Guimarães ( escritor), Rui Reininho ( músico) , Expensive Soul ( banda musical),  Vasco Dantas Rocha ( pianista), Sara Sampaio ( manequim),  Fleming Outeiro Torrinha ( investigador), Francisco Tuna Andrade ( campeão de matemática), Marques dos Santos ( ex-reitor da Universidade do Porto José Emídio ( pintor),  Centro Empresarial Lionesa, representada pelo seu Administrador Executivo, Pedro Pinto e  Quarteto de Cordas de Matosinhos.
Tenho imenso respeito por todos os agraciados mas o que é que tiverem que ver com o 25 de Abril ? O que têm feito para a implementação do regime democrático em Matosinhos?
Penso que este tipo de cerimónia deveriam realizar-se, por exemplo, num dia instituído pela Câmara, como o "Dia de Matosinhos", integrado nas Festas do Senhor de Matosinhos. E, deste modo, agraciar pessoas que elevam bem alto o nome de Matosinhos, pelas suas origens matosinhenses, pela sua actividade profissional , em prol da sociedade. Estes agraciados enquadram-se neste cenário, e não, nas comemorações do 25 de Abril.
No dia 25 de Abril se se pretende agraciar alguém , esse alguém deve ter que ver com a nossa democracia, sistema político, serviços públicos prestados, cidadania, pluralidade democrática, etc. A democracia nunca foi um assunto exclusivo de eleições, leis e procedimentos, precisa de gente que a pense, a estime, e faça algo por ela.
Por fim, gostaria de saber qual o critério para a escolha destas personalidades? Porquê uns, e não outros? Porquê estes, e tantos outros que ficaram de fora? 
O que é que um manequim tem que ver com o 25 de Abril? Assim como outros agraciados incluídos nos doze. Desculpem-me a minha ignorância, mas por muito que pense não consigo entender?

JJ

1 comentário:

  1. Olá JJ,
    Assino por baixo o artigo. Não faz sentido este tipo de agraciamentos no 25 de Abril porque nada têm a ver com a data. Até parece um saco em que se mete tudo.

    Imagino que alguns dos próprios agraciados devem ter-se questionado da razão de estarem num bolo tão diverso e numa data muito específica.

    A sugestão do agraciamento pelo reconhecimento de matosinhenses pelo seu elevado CV numa data municipal é mesmo a melhor. Vamos ver se os responsáveis pela efeméride reconhecem a bondade da sugestão.
    Abraço
    Mário Russo

    ResponderEliminar