22/11/2014

José Sócrates




José Sócrates, segundo a Rádio Renascença, foi detido para interrogatório no aeroporto de Lisboa, pelas 23h10, de sexta-feira, quando chegava de Paris A Procuradoria-Geral da República confirma, numa nota, a detenção de José Sócrates no âmbito de um processo em que se investigam suspeitas de crimes de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção.


Sócrates vai ser ouvido este sábado. O ex-administrador do grupo Lena Carlos Santos Silva, o advogado Gonçalo Ferreira e o motorista João Perna foram também detidos.
É a primeira vez na história da democracia portuguesa que um ex-primeiro-ministro é detido para interrogatório judicial. Segundo o Correio da Manhã, Sócrates abandonou as instalações do DCIAP à 01h19 e passou a noite nas instalações da polícia.
Pelo que li o inquérito investiga operações bancárias, movimentos e transferências de dinheiro sem justificação conhecida e legalmente admissível, encontra-se em segredo de justiça
Não fico feliz nem triste, mas lamento e fiquei surpreendido, como a maioria dos portugueses. Porém fico descansado que a justiça dá sinais de vida e que procura combater a corrupção e desencadeia diligências seja para quem for , até neste caso, de um ex- primeiro-ministro.
Já critiquei muitas vezes José Sócrates durante os seus mandatos , mas não deixo de reconhecer que fez coisas bem feitas como a política de energias alternativas, a renovação do parque escolar , a defesa do consumidor , entre outras. Todavia ninguém está acima da lei e deve ser julgado pelo que faz.
Já sei que muitos vão dizer que isto é uma tramóia orquestrada pela direita , devido ao congresso do PS e se pretende atingir António Costa , outros que estamos perto  das eleições e tem a mão do governo, etc. Não faço juízos de valor e não vou entrar nesta histeria de noticias socráticas.
Por mim, fico atento ao funcionamento da justiça fora do âmbito da política e aguardo o desenrolar dos acontecimentos para bem da nação e dos dinheiros públicos, quer seja gente de direita ou de esquerda, do PSD ou PS, ricos ou pobres, políticos ou não políticos, gente influente ou não , empresários ou trabalhadores.
Exijo como cidadão e  quero que a justiça funcione e que se condene os corruptos . É a única forma  de haver uma réstia de esperança para que se possa acreditar na democracia e ela faça sentido. No futuro quem tentar ser corrupto começa a pensar duas vezes e percebe que não ficará impune.

O juiz Carlos Alexandre é o responsável pelo organismo que coordenou a investigação que levou à detenção de José Sócrates.

Monte Branco, Furacão, Portucale, Apito Dourado, Face Oculta, BPN, Remédio Santo, BES, vistos “gold” e, esta sexta-feira, detenção de José Sócrates. Estes são alguns dos casos complexos e mediáticos em que esteve ou está envolvido o juiz Carlos Alexandre.
JJ 

5 comentários:

  1. FINALMENTE...! Depois de ter sido protegido de vários casos em que era demasiado evidente o que ele era, e o que fez..., sempre o protegeram e o ilibaram. Até escutas foram destruídas!!!
    Claro que é "sonhar" muito alto...., mas será que quem o sempre o protegeu, não deveria ser agora chamado à responsabilidade!?
    Agora, que alguma coisa está mudando no país e mais propriamente na justiça..., lá isso está.
    Até parece mentira. E muita gente , tal como eu, e que só hoje ficou sabendo deste acontecimento, não acreditou logo à primeira. Era bom demais pra ser verdade..., MAS É!!!.
    E por isso..., apesar da chuva, hoje para mim..., está um LINDO DIA DE SOL!!!

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Quero ver, se o Marinho Pinto que sempre protegeu e desculpabilizou " O MENINO DE OURO, e sempre achou que tudo que dizia respeito ao PS era uma cavala política, vai também agora ter a mesma cara de pau e dizer as mesmas "pérolas"!?
    Apesar, de que como agora tem um partido e o que quer é votantes passando pró lado dele..., já é capaz de ter (!?) outra opinião!!!

    Hercília Oliveira

    ResponderEliminar
  3. Actualização por leitura da RR

    O que está em causa?

    A PGR esclarece que investigação é independente de outros inquéritos, como o “Monte Branco” ou “Furacão”, adiantando que teve origem numa comunicação bancária, “efectuada ao Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) em cumprimento da lei de prevenção e repressão de branqueamento de capitais".

    "O inquérito, que investiga operações bancárias, movimentos e transferências de dinheiro sem justificação conhecida e legalmente admissível, encontra-se em segredo de justiça", lembra a PGR.

    Mas segundo o “Expresso”, uma das causas da detenção pode estar relacionada com a casa avaliada em três milhões de euros onde o ex-primeiro-ministro residiu quando tirou um curso na capital francesa, depois de deixar o executivo: os investigadores querem saber de onde veio o dinheiro para comprar a habitação. Sócrates disse sempre que pediu um empréstimo ao banco para poder pagar o aluguer do apartamento.

    Uma fonte judicial confirmou que além da casa de Paris estão em causa "muitas outras coisas". Os actos de José Sócrates enquanto primeiro-ministro podem estar agora sob suspeita.

    Já o “Sol” escreve que o antigo-governante teria fortuna de 20 milhões no banco suíço UBS, que trouxe para Portugal em 2010, quando liderava o Governo, ao abrigo do Regime Extraordinário de Regularização Tributária II.

    ResponderEliminar
  4. De facto é um terramoto político. Não nutro simpatia por Sócrates pelas trapalhadas em se se envolveu como governante. Sentia que não era propriamente uma pessoa credível. Também não aprecio a sua arrogância e sobranceria. O seu ar de ser superior e de impunidade, a ganância, ansiedade narcisista de se mostrar derrotaram-no. Mesmo que nada se prove, já está condenado . No entanto, fiquei estarrecido com o que se vai dizendo que ele fez. Preferia que não fosse verdade, pelo facto dele ter sido PM do meu país.
    Mas acho que a Justiça não precisa de fazer espetáculo mediático como fez. O homem vinha a Portugal e poderiam ir a sua casa para o interrogar. Não partilho, seja com quem for, deste tipo de foguetório e espetáculo de circo. Não acho bem que tenha, mais uma vez, havido uma fuga de informação perpetrada por quem tem o dever de guardar segredo de justiça.
    Depois de ler a súmula porque está preso Carlos Cruz, que julguei serem sólidos os argumentos, fiquei com a certeza que qualquer português pode ser preso por um argumento disparatado. Quando um juiz reduz a pena de um pedófilo a metade com o argumento que a criança sentiu prazer na relação está tudo dito. Não posso confiar na justiça portuguesa.
    No entanto, se for verdade o que a imprensa traz a lume, é demasiado grave e penso sem paralelo em Portugal ao nível político, não há alternativa senão a prisão (mas lembremo-nos que há muitos filmes a misturar a realidade com a ficção ou o desejo que seja verdade para consumar vingança).
    Uma coisa reconheço, para já é uma chamada de atenção para quem queira arvorar-se em chico esperto, que não impunidade à vista. Só assim se credibilizam as instituições.
    Sócrates não vai ficar calado e não vai sozinho, podem crer. Vai arrastar para a lama mais gente. É da sua natureza.

    Mário Russo

    ResponderEliminar
  5. Duvido que isto o leve a' prisao. Ha' necessidade de fazer uma medicao de forcas, entre o PS em ancensao, e o PSD em queda. Dar a ideia de Justica e abalar o partido opositor da' muito jeito, nesta altura.
    Mas aposto aqui e agora que Socrates nao vai ser preso. Isso abriria um precedente na Justica Portuguesa de responsabilizar os politicos, por actos lesivos e corrupcao. E isso passaria a ter que ser exigido a todos os polticos passados e futuros no Pais.
    Mais um circo mediatico com muitos episodios...

    ResponderEliminar