03/10/2014

Mascar pastilha é a nova forma de gerar electricidade



O aparelho foi desenvolvido na Escola de Tecnologia Superior, em Montreal, Canadá, e o artigo sobre a sua descoberta foi publicado no periódico científico Smart Materials and Structures, de acordo com o Planeta Sustentável.
O processo parece complicado, porém: através de uma correia presa ao queixo, o aparelho transforma os movimentos da boca em electricidade. O aparelho é feito de um material que é carregado com energia elétrica quando esticado – parece perigoso, na verdade, se bem que o aparelho seja apenas ainda um protótipo.
Os criadores acreditam que a tecnologia pode, no futuro, ser usada em aparelhos auditivos e implantes cocleares. Para eles, a tecnologia é uma forma de dispensar o uso de baterias descartáveis nesse tipo de dispositivo electrónico.
Nos testes, o acto de mascar uma pastilha durante 60 segundos gerou cerca de 18 microwatts de electricidade. Para fazer funcionar um aparelho auditivo, o sistema precisa de gerar pelo menos 20 vezes mais energia.


Sem comentários:

Enviar um comentário