25/05/2014

NOTAS sobre as ELEIÇÕES EUROPEIAS



A divulgação dos resultados provisórios das eleições de hoje será conhecida a partir das 22:00, depois da hora de fecho das urnas em Itália, uma vez que a abertura do escrutínio decorre simultâneamente em todos os países de eleições da UE. 

Como era de esperar verifica-se uma fraca adesão a estas eleições. A maioria dos portugueses absteve-se de ir votar.


A despesa estimada nesta campanha  ronda os 4,5 milhões de euros , porque a efectiva deverá ser maior.


Esta abstenção deve ser interpretada no sentido de castigar os políticos e que se retirem. Que dêem lugar a outras pessoas que não estejam tão corrompidas, coniventes com o sistema, sem ideias e acomodados ao establishment.


O sistema político protege e premeia desmedidamente quem é eleito e tem um lugar público.


Há montes de deputados, eurodeputados, vereadores , etc., inúteis que cumprem vários mandatos, quiçá um,  e tem acesso a regalias e influência que não pode aspirar qualquer cidadão no seu trabalho.


As pessoas estão cansadas,cabisbaixas e cépticas. Já não sabem que fazer para manifestar o seu descontentamento, transmitir a sua decepção e expressar o a sua absoluta rejeição com os políticos e partidos.


Às 16h tinham votado 26,31% dos eleitores, num universo de 9.696.573.


A abstenção andará à volta de 70% , e esta indiferença , negação e "apolitismo" , deve-se segundo  Michele Maffesoli  a que, «o político é o contrário da democracia» e Harold Pinter que «há uma crescente cultura da supressão da verdade».


Devemos estar todos preocupados mas os 21 deputados europeus serão na mesma eleitos e irão para Bruxelas, porém a sua legitimidade está diminuída e é mais um aviso para este sistema político.

As abster-se as pessoas estão a dizer que: estão furiosas; indignadas;  não confiam em nenhum politico; não os querem;  não nos servem.

Uma abstenção deste calibre as eleições deveriam ser inválidas e dar-se início à mudança na lei eleitoral. Os portugueses repudiam esta forma de fazer politica em que os políticos parecem autistas e não ligam absolutamente nada ao que se passa à sua volta.

A abstenção está a dizer alto e bom som para quem queira ouvir: não gostamos desta democracia e as eleições converteram-se numa farsa.

JJ 

Sem comentários:

Enviar um comentário