31 de Outubro de 2012

ADSE


Administrador do S. João defende extinção imediata da ADSE!Segundo este senhor, devia acabar a ADSE, em entrevista num programa da  Rádio Renascença.Pelas suas contas, qualquer coisa como mil milhões de euros é o que corresponde à despesa da ADSE. Acho um exagero! Alega que a  ADSE presta um serviço extraordinariamente superior ao que as pessoas pagam. 

Eu acho que sim! Fazemos como nos Estados Unidos , que se não fosse Barack Obama ,que alterou o que estava consagrado:« Quem não tivesse dinheiro para um seguro de saúde não era tratado».
 Todos os funcionários públicos que toda a vida fizerem descontos para a ADSE , agora perdem o direito à saúde e gastam esse dinheiro como muito bem entendem. Rasga-se um contrato de prestação de serviço de saúde a bem do défice . Os funcionários que se lixem.

Outra forma de poupar seria acabar com todos os conselhos de Administração de Hospitais e Empresas Públicas  . Poupar-se-ia muito dinheiro ao erário público.O serviço que prestam não justifica os salários chorudos e mordomias afins. Não acham?

Evidentemente que se deve uniformizar os direitos na saúde a todos os funcionários . Isso já está a ser feito com os novos funcionários públicos que entram , mas os que fizeram descontos ao longo da sua vida de trabalho tem que haver um período de transição. Não se pode mudar tudo de uma assentada.
O que não se justifica são as regalias dos funcionários da Assembleia da República em relação à saúde. 

JJ

5 comentários:

  1. É o que eu digo: venha o Salazar para meter estes administradores todos com salários principescos no olho da rua para deixarem de vomitar «bitaites» deste calibre porque têm a barriga cheia. Se eles se vissem ao espelho, deixavam de se armar em conselheiros e metiam o rabo entre as pernas com a vergonha estampada na cara.
    Francisco Azevedo Brandão

    ResponderEliminar
  2. O salazar e' o modelo de salvador para os impotentes e covardes da sociedade.
    O seu melhor conselheiro, e' o sofa' de onde as pessoas nao saiem, para fazer algo para as coisas mudarem.
    Para mais acrescentar, se esse defunto fosse vivo, nao se ouviriam bacuradas como esta, dado que nao haveria liberdade sequer, de comentar neste espaco.
    Pedro-Liverpool

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou salazarista, longe disso, mas também não engulo tudo que se diz de mal àcerca dele. Como todos os políticos de todos os regimes fez coisa boas e coisas menos boas ou más. Mas tem de concordar, se sabe alguma coisa do regime do Estado Novo, Salazar nunca faria a desgraçada política que os governos depois do 25 de Abril fizeram neste país.Nunca se me constou que ele algum dia tivesse roubado o ordenado dos trabalhadores e os parcos escudos dos reformados. Havia corruptos, mas eram poucos e às escondidas; hoje são aos milhares a mamar as tetas mirradas do Estado e o povo que se f. Se isto em Portugal é uma democracia, que se f. a democracia e venha uma ditadura para a mandar para o c. e pôe3 isto direito. Haja quem mande para podermos pedir responsabilidades e julgar e mandar para a cadeia os oportunistas, os corruptos, os incompetentes e os ladrões. Enquanto estivermos sob a alçada dos gatunos, Portugal nunca mais se endireitará. Cumprimentos ao Aries 2903.
      Francisco Azevedo Brandão

      Eliminar
  3. Se toda a população tivesse acesso aos serviços de saúde que esse senhor, família e amigos têm, não seria preciso ADSE, ou outro qualquer serviço de saúde.

    ResponderEliminar
  4. Eu defendo que se acabem com estes administradores hospitalares, que foram criados apenas para criar lugares politicos e não trouxeram nenhuma mais valia ao hospitais publicos. Não controlaram os consumos intermédios, passaram a contratar sem critérios de eficácia, e não apresentam rácios de eficiência. Servem apenas para mais um surbedouro de dinheiro publico dentro dos hospitais EPE.

    ResponderEliminar