18/03/2015


JPN

1 comentário:

  1. Uma noticia bem estruturada e bem elaborada . Não deixa de salientar a figura que é Miguel Cadilhe e tudo que ele diz, mas consegue enquadrar tudo isso, com um apontamento que foi o 9.ºaniversário do Clube

    No final da peça , transcreve as respostas a duas ou três perguntas que a jornalista Ana Melo.fez a Joaquim Jorge.

    Isto sim é jornalismo de alta qualidade referenciando e enquadrando tudo.

    Quando Joaquim Jorge se queixa que numa efeméride deste tipo, as noticias deveriam ter uma referência ao seu aniversário e ao Clube, era o mínimo. Não está contra a imprensa e os jornalistas . Só tem, só temos a agradecer a cobertura e a divulgação.

    Todavia o Clube e o próprio Joaquim Jorge , actualmente sem jactância, são um referência da cidadania e debate de ideias em Portugal, conseguido com muito trabalho e denodo e persistência.

    Todavia temos o direito de dar a nossa opinião e isso não pode ser mal entendido ou dar azo a uma reacção de desagrado. Os jornalistas podem e devem criticar, mas também são passíveis de ser criticados, numa democracia plena.

    Se há pessoas que o Clube sempre respeitou : são os jornalistas.

    1 -Garantir sempre a sua presença no local do debate.
    2- Criar boas condições de trabalho
    3- Solicitar ao convidado que no final do debate deve estar disponível para responder às suas perguntas
    4- Se for caso disso , e o momento político assim o exigir, a título excepcional, permitir que se atrase um pouco o debate para poderem fazer uma ou duas perguntas ao convidado.
    5- Terminar o debate às 23 horas.

    Obrigado

    ResponderEliminar